sexta-feira, 4 de abril de 2014

Almanaquianas III

O humor na língua do povo:

O folclorista pernambucano Liedo Maranhão pode se considerar um felizardo: faz parte da restrita tribo dos que se divertem trabalhando. A mais divertida pesquisa feita por maranhão trata do linguajar nordestino. Paciente, ele colocou centenas de frases criadas pela imaginação popular. Há um traço comum nas frases: a maioria traz comparações pontuadas pela expressão “que só”. Eis um pequeno mostruário das frases que Maranhão colheu na boca do povo:

Þ “Enfeitada que só bicicleta de pobre.”
Þ “Tremendo que só pudim.”
Þ “Mole que só folha de jornal no sereno.”
Þ “Animado que só ajudante de missa.”
Þ “Comendo gente que só areia de cemitério.”
Þ “Por fora que só quarto de empregada.”
Þ “Tremendo que só cotovelo de violinista.”
Þ “Liso que só garrafa ensaboada.”
Þ “Bom que só dinheiro achado.”
Þ “Atrapalhado que só cachorro em procissão.”
Þ “Por dentro que só água de coco.”
Þ “Sofrido que só pé de retirante.”
Þ “Brabo que só guarda-noturno.”
Þ “Comprido que só explicação de gago.”
Þ “Passeando que só pitomba em boca de velho.”

(Almanaque Fantástico – edição especial)


As leis mais estranhas do mundo:

Em Baldwin Park, no estado norte-americano da Califórnia, é proibido andar de bicicleta dentro de piscinas.

Em Jasper, no Canadá, uma lei de 1920 diz que nenhum veículo pode andar mais rápido que a velocidade de um cavalo ou carruagem.

Na Suazilândia, pequena nação africana, o rei Mswati III proibiu recentemente que as jovens nativas tenham relações sexuais por um período de cinco anos, com o objetivo de reduzir a propagação da Aids, que já matou 50 mil pessoas no país.

Em Atenas, Grécia, uma lei diz que quem dirigir mal vestido pode ter sua carteira de habilitação apreendida.

Em Santa Clara, na Califórnia, é ilegal nadar no seco.

Na Micronésia, os homens são proibidos de usar gravatas.

Na Finlândia, é proibido o casamento de analfabetos.

Quantas destas mentiras você já ouviu ou já disse?

É Não tenho mais ninguém, você simplesmente merece alguém melhor do que eu.
É O cachorro comeu a minha ração.
É Vocês podem quebrar meu sigilo bancário, não tenho nada contra essa CPI.
É Você não parece ter a idade que tem.
É Essa blusinha de oncinha ficou o máximo!
É O importante é a beleza interior.
É Querida, não é nada disso que você está pensando!
É Esta é a solução definitiva para todos os seus problemas financeiros!
É Doutor, não vi nada e não sei de nada.
É Hoje não, meu bem, estou com dor de cabeça.
É Sogrinha, uma delícia o seu pudim de jiló!
É O Brasil é o país do futuro.
É Este é o público mais maravilhoso que já tivemos em toda a nossa carreira!
É Foi a cegonha que te trouxe.
É Chefe, infelizmente vou ter que faltar hoje, minha tia morreu.
É Vou começar a dieta na segunda.
É Eu nunca minto.

 

As sogras nos para-choques dos caminhões:


“Sogra não é parente. É castigo.”

“Não mando minha sogra para o inferno, porque fico com pena do diabo.”

“Duas coisa matam de repente: vento pelas costas e sogra pela frente.”

“Corro porque minha sogra vem aí.”

“Se sogra fosse coisa boa, Cristo não teria morrido solteiro.”

“Pior do que coice de burro só praga de sogra.”


(Frases recolhidas pelo folclorista Mário Souto Maior)


Cinco pequenos mistérios cotidianos:

Por que as pessoas apertam várias vezes o botão do elevador achando que deste modo ele vira mais rápido?

Por que as pessoas colocam garrafas de plástico cheias de água em cima das caixas de luz, acreditando que isso ajuda na economia de energia elétrica?

Por que as pessoas batem no monitor quando o Windows trava?

Por que todo fala gritando enquanto conversa com um surdo?

Por que as pessoas baixam o volume do rádio do carro quando estão procurando um endereço numa rua desconhecida?

10 fatos curiosos que você precisa saber se quiser parecer culto:

® O Livro Guines de Recordes conseguiu um recorde próprio: é o livro mais roubado das bibliotecas pública britânicas...

® Ninguém jamais viu um avestruz com a cabeça enterrada na areia.

® Hatty Green, uma das mulheres mais ricas dos Estados Unidos em todos os tempos (deixou bens avaliados em U$ 95 milhões), morreu de desnutrição porque, por economia, só se alimentava de mingau frio. Em vida, ela não quis gastar com um médico para seu filho, que, por demora no atendimento, teve uma perna amputada.

® No paraíso muçulmano, um orgasmo dura seiscentos anos.

® Um adulto médio perde cerca de cem fios de cabelo por dia.

® 99% de todas as formas de vida que já habitaram o planeta Terra estão hoje extintas (e as demais, provavelmente, em processo de extinção), das espécies animais ainda existentes, os insetos representam cerca de 80%.

® A possibilidade de um ciclista ou corredor ser atropelado aumenta 1.100% depois do pôr-do-sol.

® “Elementar, meu caro Watson”, a frase mais conhecida de Sherlock Holmes, não consta em nenhum dos 56 contos e quatro romances escritos por sir Arthur Conan Doyle, criador do detetive mais famoso da literatura mundial.

® O angu à baiana é de Sergipe, o tutu à mineira é de São Paulo, a caixa-preta dos aviões é laranja ou vermelha, os palitos de fósforo não contêm fósforo, o mar Vermelho é azul e os banhos turcos foram criados pelos romanos.

® Em 1883, a Universidade de Cambridge jogou, por correspondência, uma partida de xadrez com o Asilo de Loucos de Bedlan – e perdeu.


(Do livro Cultura de Verniz, de Roberto Menna Barreto 
– Editora Qualitymark)

Tudo o que você não sabia sobre o número treze:

> Quem tem medo crônico do número 13 sofre de triscaidecafobia.

> Entre as muitas coincidências que envolvem o número que para alguns é de sorte e para outros é de azar, estão as do compositor Wagner. Ele compôs 13 óperas, terminou Tannhäuser em 13 de abril de1860 e morreu em 13 de fevereiro de 1883.

> Não se sabe ao certo qual a origem do medo gerado pelo número 13. Acredita-se, porém, que ele tenha origem nos primórdios do cristianismo. É que o 13 envolve os acontecimentos mais trágicos da vida de Cristo. Na última ceia de Cristo estavam presentes 13 pessoas (doze apóstolos e Cristo). E na antiga numeração hebraica, os números eram representados por letras. A letra 13 era a mesma usada para a palavra morte.

> Mas há também uma possível origem nórdica, baseada numa lenda. A lenda conta que houve um banquete e doze deuses foram convidados. Loki, espírito da discórdia, apareceu sem ser chamado e armou uma briga. Balder, o favorito dos deuses, acabou morrendo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário