segunda-feira, 7 de abril de 2014

Cúmulo da informalidade


Desenho de Crumb


Memorando n° 1

A todos os funcionários:

A vigorar imediatamente, a empresa está adotando as sextas-feiras como Dia Informal, para que todos os funcionários possam expressar sua diversidade.

Memorando n° 2

Minissaias de lycra e couro não são adequadas para o Dia Informal. Tampouco o são de fivelas de cinto de rodeio e mocassins.

Memorando n° 3

O Dia Informal refere-se apenas a vestuário, não a atitudes. Ao planejar o guarda-roupa das sextas-feiras, lembre-se: a imagem é a chave do sucesso.

Memorando n° 4

Um seminário sobre como se vestir para o Dia Informal será realizado às 16 horas de sexta-feira na lanchonete. Segue-se um desfile de modas. Comparecimento obrigatório.

Memorando n° 5

Em virtude do seminário de sexta-feira, foi nomeada uma Força Tarefa do Dia Informal (FTDI), de 14 membros, para preparar diretrizes detalhadas quanto aos trajes apropriados.

Memorando n° 6

A Força Tarefa do Dia Informal elaborou um manual de 30 páginas. Um exemplar de “Descontrair o vestuário sem descontrair s padrões da empresa” foi enviado a todos os funcionários. É favor rever o capítulo “Você é o que usa” e consultar a lista “informal doméstico” versus “informal comercial” antes de sair para o trabalho às sextas-feiras. Se tiver alguma dúvida quanto à adequação de uma peça de roupa, entre em contato com algum representante da FTDI antes das 7 horas da manhã de sexta-feira.

Memorando n° 7

Por causa da falta de participação dos funcionários, o Dia Informal foi cancelado, a vigorar imediatamente.


Nenhum comentário:

Postar um comentário