sexta-feira, 18 de abril de 2014

Data vênia




Seleção de frases jurídicas
      
Que teríamos feito sem os juristas alemães? Desde 1923, percorri, na legalidade e lealmente, a longa via que leva ao poder. Coberto juridicamente, eleito de forma democrática. Mas o futuro teria de se realizar. Foi o incorruptível jurista germânico, o honesto, o cheio de consciência, o escrupuloso universitário e cidadão, que acabou o trabalho de me legalizar, fazendo a triagem de minhas ideias. Ele criou para mim uma lei segundo o meu gosto e a ela me ative. Suas leis fundaram minhas ações no Direito.”

(Adolph Hitler, saudando o jurista alemão Karl Schmidt)


Medo, venalidade, paixão partidária, respeito pessoal, subserviência, espírito conservador, interpretação restritiva, razão de estado, interesse supremo, como quer te chames, prevaricação  judiciária, não escaparás ao ferrete de Pilatos! O bom ladrão salvou-se. Mas não há salvação para o juiz cobarde.”

(Rui Barbosa)


Juízes, não sois máquinas! Homens é o que sois!”

(Charles Chaplin, em “O Último Discurso”)


Nem sempre a toga da justiça pode servir de barreira às investidas da força. O problema não é, então, o de saber quis custodiet custodem. Não falta quem guarde o guardião. Sucede, porém, que, na hora decisiva, os encarregados de guardar os guardiães, quando não adormeceram no seu posto, quase sempre já se acham de mãos atadas.”

(Nélson de Souza Sampaio, in “O poder de reforma”)


Mais vale um juiz bom e prudente que uma lei boa. Com um juiz mau e injusto, uma lei boa de nada serve, porque ele a verga e a torna injusta a seu modo.”

(Código Geral da Suécia, 1734)

“Conheci um químico que, quando no seu laboratório destilava venenos, acordava as noites em sobressalto, recordando com pavor que um miligrama daquela substância bastava para matar um homem. Como poderá dormir tranquilamente o juiz que sabe possuir, num alambique secreto, aquele tóxico subtil que se chama injustiça e do qual uma ligeira fuga pode bastar, não só para tirar a vida, mas, o que é mais horrível, para dar a uma vida inteira indelével sabor amargo, que doçura alguma jamais poderá consolar?”

(Piero Calamandrei)


Eu não recearia muito as más leis se elas fossem aplicadas por bons juízes. Não há texto de lei que não deixe campo à interpretação. A lei é morta. O magistrado vivo. É uma grande vantagem que ele tem sobre ela.”

(Anatole France)


“Para os pobres, é dura lex, sed lex. A lei é dura, mas é a lei. Para os ricos, é dura lex, sed latex. A lei é dura, mas estica.”

(Fernando Sabino)


Não há melhor maneira de exercitar a imaginação do que estudar direito. Nenhum poeta jamais interpretou a natureza com tanta liberdade quanto um jurista interpreta a verdade.”

(Jean Giraudox)


“Mais cedo ou mais tarde, a maconha será legalizada. Todos os estudantes de Direito a fumam.”

(Lenny Bruce)


Fiz tão bem o meu curso de Direito que, no dia em que me formei, processei a faculdade, ganhei a causa e recuperei todas as mensalidades que havia pago.”

(Fred Allen, comediante americano)


O advogado deve sugerir por forma tão discreta os argumentos que lhe dão razão, que deixe ao juiz a convicção de que foi ele próprio quem os descobriu.”

(Piero Calamandrei)


“Para os amigos, tudo; para os desconhecidos, a lei; para os inimigos, até a calúnia, se for necessário.”

(anônimo)

“Quando Deus veio ao mundo,
para castigar os infiéis,
deu ao Egito gafanhotos
e ao Brasil deu bacharéis.”

(autor desconhecido)


“Tehuam-Tsi - respondeu Li-Tsing, Wen-Tchu não diz a verdade, é fácil a um magistrado da tua sabedoria verificar que ele mente. A propriedade de Wen-Tchu fica abaixo da que possuo. O Yang-Tse-Kiang corre para o mar e não para as montanhas da Kuen Lun. Para que o cesto que encontrei viesse das águas do Wen-Tchu para as do meu arrozal, era preciso que ele subisse a correnteza do rio.

Li-Tsing - respondeu o Juiz, a experiência dos homens como tu nada tem com a ciência dos magistrados como eu. Quando a Justiça quer, os cestos sobem os rios, os peixes cantam nas árvores e os pássaros fazem ninho no fundo do mar...”

(extraído de À Sombra das Tamareiras, de H. Campos)


Um bom advogado é um mau vizinho”

(anônimo)

Júri é um grupo de doze pessoas escolhidas para decidir quem tem o melhor advogado.”

(Robert Frost)

“Como? Não há álibi? Então ele deve ser inocente!”

(Emile Gaboriau)


Nenhum comentário:

Postar um comentário