sábado, 19 de abril de 2014

ELETRONIQUÊS

(Como eles nos enganam, usando estas palavras difíceis, combinando as colunas.)

Vocabulário

Coluna 1

Coluna 2

Coluna 3

Nível Culto:

0. Circuito integrado
1. Amplificador monolítico
2. Multímetro analógico



0. Binário
1. Contínuo
2. Biestável


0. Catódico
1. Errático
2. Impedante
Nível Sábio:

3. Capacitor eletrolítico
4. Fotodíodo retificador
5. Pulso de disparo
6. Trim-pot de ajuste



3. Coaxial
4. Digital
5. Senoidal
6. Síncrono


3. Chaveado
4. Radiônico
5. Retro-alimentado
6. Pré-calibrado
Nível Gênio:

7. Comparador de tensão
8. Oscilador de relaxação
9. Discriminador de janela



7. Tristor
8. Traçador
9. Hexadecimal


7. Servomecânico
8. Termorresitente
9. Miliamperimétrico
Louco:

Qualquer das combinações possíveis, no singular ou plural.


Idem


idem

Indicações de uso

Este é um momento sublime na arte de falar difícil. Tudo combina! Tudo dá certo! Uma bostinha de um transistor pode ser coisas incríveis: morfostático, subsistêmico, miliamperimétrico, o diabo! Por isso não se acanhe em usar as três misturadas. A primeira tabela é muito usada entre engenheiros eletrônicos e pode eventualmente ser sacada contra você pelo sacana do consertador de televisores da esquina. Neste caso, contra-ataque!

Exemplos de Aplicação

(Dramas da assistência técnica)

Técnico: Parece que amplificador monolítico catódico pifou?

Usuário: E daí?

Técnico: Vou ter que levar o parelho para testar o capacitor senoidal chaveado.

Usuário: E isso custa caro?

Técnico: Menos do que um foto-díodo retificador binário impedante. Tomara que esse não tenha
sido atingido.

(O usuário consulta a nossa tabelinha e revida.)

Usuário: E se for o pulso de disparo pré-calibrado?

Técnico: O quê?

Usuário: Aquele trim-pot de ajuste, calibre 38...

Técnico: É... quem sabe. Mas, pensando melhor, defeito pode estar só na tomada. Vamos ver?


(Do livro “Manual do Cara-de-Pau” ou “Ë fácil falar difícil”,
de Carlos Queiroz Telles)


Nenhum comentário:

Postar um comentário