segunda-feira, 7 de abril de 2014

Historinhas divertidas

Vê o que acontece...



O coronel Tibúrcio, manda-chuva da região, candidatou-se a prefeito e por isso mandou afixar algumas tabuletas com os dizeres:

“VOTE NO CORONEL TIBÚRCIO PARA PREFEITO.”

Na calada da noite, os adversários acrescentaram nos cartazes uma palavra que mudou completamente o sentido da frase.
No dia seguinte, pela manhã cedinho, o pessoal já estava na casa do coronel para contar a safadeza. Depois de ouvir o que haviam feito, o coronel ficou pensativo enquanto os mais exaltados insistiam:
- Como é, coronel? Não vai mandar prender esses caras que botaram o “Não” nas placas?
O coronel acendeu um charuto e falou:
- Não é perciso! Qué dizê que eles ponharo um “Não” e daí ficou:

“NÃO VOTE NO CORONEL TIBÚRCIO PARA PREFEITO.”

- Não foi?
- Foi, sim senhor!
- Pois entonce é simples. Vanceis vão lá e escreve em baixo:

“PRA VÊ O QUE ACONTECE...”

*****

O Baile

Williams Perrins

O rapaz, ao chegar do interior, foi levado por um amigo a um animado baile, que se realizava no Hospital dos Surdos-Mudos, em benefício da instituição.
- Como diabo vou me arrumar para convidar uma surda-muda para dançar comigo? – perguntou o jovem.
E o médico do hospital, a quem fora apresentado, respondeu:
- Muito simples. Aproxime-se dela, sorria e faça-lhe uma leve inclinação de cabeça.
O convidado pôs em prática o que lhe fora ensinado, em relação a uma linda moça. Aproximou-se, sorriu-lhe, fez uma leve e delicada reverência, e a mocinha uniu-se a ele, muito graciosamente.
Três vezes dançaram assim, seguidamente, e já o rapaz se dispunha a convidá-la pela quarta vez quando se aproximou da moça um rapaz elegante, que lhe disse:
- Então, quando é que você se decidirá a dançar comigo? Faz uma hora que te espero.
E a jovem:
- Como é que posso me livrar desse pobre surdo-mudo?

Nenhum comentário:

Postar um comentário