quarta-feira, 2 de abril de 2014

Pensamentos de Stephano Neto



(publicados em seu livro 'Ecos Polifônicos')


Þ Ama o teu vizinho, mas não derrubes a tua cerca. (Benjamin Franklin)

Þ Aquele que procura vingança deve cavar dois túmulos. (provérbio chinês).

Þ A televisão é a maior maravilha a serviço da imbecilidade humana. (Aporelly, Barão de Itararé).

Þ A educação de um filho começa 18 anos antes de seu nascimento (Napoleão Bonaparte).

Þ Perdoa os teus inimigos, mas não esqueças os seus nomes. (J. F. Kennedy)

Þ Felicidade é uma boa saúde e uma má memória. (Ingrid Bergman).

Þ A humanidade está duas doses abaixo do normal. (Humphrey Bogart).

Þ Banco é o lugar onde você pode obter dinheiro emprestado se provar que não precisa dele. (Bob Hope).

Þ Se não podes impedir que os pássaros da amargura voem sobre a tua cabeça, impede que eles ali façam ninho. (provérbio chinês).

Þ A ignorância é a maior multinacional do mundo. (Paulo Francis).

§ § § § §

          De quatro anônimos sobre corrupção:
          − Todo homem tem seu preço. E tem um monte que está em promoção!
          − Político profissional jamais tem medo de escuro. Tem medo da claridade.
          − Mentir às pessoas para obter dinheiro é fraude. Mentir para obter votos é política.
          − A livre iniciativa é privada. A calamidade é pública.

          E duas de Juscelino Kubitscheck, tão citado ultimamente pelo nosso Presidente:

          1) O otimista pode errar, mas o pessimista já começa errando.

          2) Volto atrás, sim. Com o erro não há compromisso.

          Finalmente:

Þ No fim tudo dá certo, se não deu certo é porque ainda não chegou ao fim...


(Fernando Sabino)


Nenhum comentário:

Postar um comentário