domingo, 6 de abril de 2014

Seu Nirso


(Juca Pato)


               Um gerente de vendas recebeu o seguinte fax de um dos seus novos vendedores:

"SEO GOMIS,

O CRIENTE DE BELZONTE PIDIU MAIS CUATRUCENTAS PESSA.
FAZ FAVOR TOMÁ AS PROVIDENSSA.
ABRASSO, NIRSO."

               Aproximadamente uma hora depois, recebeu outro Fax:

"SEO GOMIS,

OS RELATÓRIO DI VENDA VAI XEGÁ ATRAZADO
PROQUE TÁ FEXANDO UMAS VENDA.
TEMO QUE MANDA TREIS MIL PESSA. AMANHÃ TÁ XEGANDO.
ABRASSO, NIRSO."


               No dia seguinte, outro:


"SEO GOMIS,
NUM XEGUEI PUCAUSA DE QUE VENDI MAIS DEIS MIL EM BERABA.
TÔ INDO PRA BRAZILHA.
ABRASSO, NIRSO."

               No outro:


"SEO GOMIS,
BRAZILHA FEXÔ 20 MIL.
VÔ PRA FROLINOPOLIS E DE LÁ PRA SUM PAULO NO VINHÃO DAS CETE HORA. ABRASSO, NIRSO."


            Assim foi o mês inteiro.  O gerente, muito preocupado com a imagem da empresa, levou ao presidente as mensagens que recebeu do vendedor. 
                 O presidente escutou atentamente o gerente e disse:
                 
- Deixa comigo, que eu tomarei as providências necessárias.
                 E tomou...
          Redigiu, de próprio punho, um, aviso, e ,o afixou no mural da empresa, ,juntamente com as mensagens de fax do vendedor:



"A PARTI DE OJE NOIS TUDO VAMO FAZÊ FEITO O NIRSO.
SI PRIOCUPÁ MENOS EM  ISCREVÊ SERTO, MODE VENDÊ MAIZ."
ACINADO, O PRIZIDENTI.




Nenhum comentário:

Postar um comentário