quinta-feira, 1 de maio de 2014

As Histórias que a História não contou

          


Eva, acho melhor você ajuntar as nossas coisas. Depois daquela maçã de ontem, estou com um mau pressentimento.
Adão.


Noé, fez boa viagem? A arca está atrasada quarenta dias e o pessoal do estaleiro mandou avisar que ainda demora mais duas semanas.  Os animais vão bem, o problema é que o casal de coelhos já são 324 agora.

Sua esposa

Moisés, depois daquela tempestade de ontem, minha terrinha está alagada e as ovelhas ficaram ilhadas. Vê se dá um pulinho aqui mais tarde e abre as águas pra mim, pra eu passar com o rebanho. Obrigado.

Um amigo

Davi, Vou te encher de porrada!

Golias.

José, Eu juro que foi o Senhor.



Maria.


João Batista, Salomé anda uma fera com você. Vê se maneira um pouco nos comentários. Fica mais calmo, ok? Não vá perder a cabeça.

Sua mãe.

Rabi, Lázaro está muito chateado com o senhor. Desde que foi ressuscitado, colocaram nele o apelido de gambazinho, porque o cheiro de defunto não sai. Vê se faz outro milagre e quebra o galho dele, coitado.

Thiago.

Salim, fui a um casamento ontem e conheci um camarada que transforma água em vinho. Se nós conseguirmos convencê-lo a montar uma distribuidora com a gente, estamos ricos!

Jacob.

Ordenança, ouvi dizer que tem um Galileu espalhando por aí que consegue reconstruir o templo em três dias. Dá uma olhadinha para mim e, se for verdade, convida o rapaz pra trabalhar de pedreiro para gente.

Caifás.

Prezado Pilatos, já realizei o trabalho e até o momento não recebi o pagamento. Preciso sair de Jerusalém e não tenho dinheiro nem pra comprar um jumentinho. Vê se adianta pelo menos umas dez moedas.

Judas.

Pedro, não posso falar com você agora, pois estou a caminho do gólgota. Assim que eu ressuscitar, a gente conversa.

Jesus.

Joana D´Arc, pare de ficar dizendo “Eu sou uma brasa, mora!”

Mamãe

Santos Dumont, você vive com as cabeça nas nuvens!

Papai

 Lula, pare de brincar com canivete afiado, você poderá cortar um dedo!...

Titio


Nenhum comentário:

Postar um comentário