sábado, 3 de maio de 2014

Odeio reuniões - segunda parte

Afinal, se as reuniões não dão em nada, para que fazê-las?



Durante uma reunião, você poderá fechar seus olhos sem chamar a atenção. Seu estado letárgico será interpretado como se você estivesse imerso em profunda meditação. Em todo caso, olhos fechados são preferíveis a olhos vidrados.

Você só terá problemas se:

· Dormir durante a reunião.

· Roncar e acordar os outros.

· Escorregar da cadeira e cair no chão.

· Cair para frente e bater com a cabeça na mesa.


Não tem problema se costuma falar enquanto dorme. Ninguém vai notar a diferença entre o que você fala dormindo ou acordado. Se sofrer de sonambulismo, não se esquente a cabeça. Quando começar a se encaminhar pra a porta, o pessoal vai pensar que você está indo ao banheiro.

O que dizer quando não tiver nada em mente

Não diga

Concordo.





Discordo.




Sim.







Não.





Inaceitável.





Aceitável.
Diga

Certamente que concordo.
Compartilhamos da mesma opinião.
Estou contigo e não abro.
É por aí...
Tá dando para entender agora.

Sou forçado a discordar de você.
Minha opinião é diferente.
Eu não diria isso.
Não estou acompanhado bem seu raciocínio.

Realmente.
Mas é claro.
É isso aí.
Acertou na mosca.
Podes crer.
Sim, sim, sim, sim.


De jeito nenhum.
Não pode ser.
Já considerou a possibilidade...
Mas nem de longe.
Não, não, não, não.

Quem dera que fosse possível
O problema aí é que...
Mao não a esta altura
Compreendo seu entusiasmo, mas...


Boa ideia.
Eu assino embaixo.
É um caso a pensar...
Como é que eu não tinha pensado nisso?



(Do livro "Odeio reuniões", de Sthephen Baker)


Nenhum comentário:

Postar um comentário