sábado, 17 de maio de 2014

Os Zugspitz Artisten I

                                                                


Fotos Leopoldis Som

Paulo Sant´Ana

Na minha coluna desta sexta feira em ZH (21.11.2013), estou narrando os grandes jogadores de futebol que assisti com meus olhos pessoais quando eu era menino e rapaz.

Pois agora aqui vou lembrar, fora do futebol, o que já vi em Porto Alegre quando eu era menino.

Eu vi Édith Piaf, a grande cotovia francesa, no Cinema Imperial de Porto Alegre. No mesmo cinema, eu vi com meus olhos o grande cantor Francisco Alves se apresentar. Pena que anos antes, quando Chico Alves se apresentou no mesmo Cine Imperial, ao lado de Noel Rosa no violão, eu não tivesse visto essa cena, acho que eu não era nascido. Falar em cinema, eu vi vários programas Maurício Sobrinho, na Rádio Gaúcha, transmitidos do Cine Castelo, na Azenha, com o pai do Nelson Sirotsky de animador e de operador de rádio-transmissão o Holmes Aquino.

Meninos eu vi!

Mas o espetáculo mais incrível que vi em toda a minha vida foi nos anos 50* em Porto Alegre. Estenderam um cabo de aço desde o Edifício União até o edifício da Prefeitura Nova, no Centro, na altura do 12º andar, vários integrantes dos Zugspitz Artisten, grupo alemão que encantava o mundo, atravessaram o fio, a pé ou de motocicleta, os porto-alegrenses extasiados com o que viam.

Meninos, eu vi.**


*   O espetáculo foi realizado em 1960.

** Eu, Nilo da Silva Moraes, com 15 anos, também vi e fiquei muito impressionado com esse espetáculo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário