terça-feira, 6 de maio de 2014

Palavras que não se devem levar a sério



Praticamente: Em geral, é puro sofisma. Quando alguém diz “Está praticamente pronto”, isso quer dizer que tão cedo não estará.

Meu querido: Quando alguém fala assim é porque esqueceu o nome do interlocutor.

A gente se vê: Significa que a gente não vai se ver.

Aparece lá: Não é para aparecer.

Se puder, eu vou: Não se conhece alguém que, depois de ter dito isso, tenha ido.

Depois a gente acerta: Não acerta nunca, é claro.

Tudo bem: Não quer dizer absolutamente nada. Muito usado nas horas difíceis.

Uma série de coisas: Expressão muito usada na praia nos dias de sol: “Tenho uma série de coisas para fazer.”

Tenho certeza: Em geral é a certeza baseada na certeza do amigo de um amigo. “Tenho certeza que fulano está transando com fulana.”

Deixa comigo: Nunca se deve deixar com ele. Se deixou, deixou para o cara errado.

É pra já: Significa que é pra nunca.

Num minuto tá pronto: Significa que vai demorar horas.

Só vou usar o telefone um segundinho: Significa horas de conversa.

No horário combinado estarei lá: É sinal que vai chegar atrasado.

Puxa, como você está bem: Com certeza ele acha que você está muito mal.

Que comida com sabor diferente: Significa que a comida está uma droga.

Você me parece mais magro: É sinal que você não parece magro porra nenhuma.

Que carne saborosa: É sinal que a carne está igual a todas as outras: boa ou ruim.

Que cara fino: É sinal que alguém te achou com jeito de bicha.

Não aparenta a idade: É sinal que você está muito velho.

Eu não sou como essas...: É sinal que é igual às outras e, talvez, até muito pior.

Comigo o buraco é mais embaixo: Machão enrustido com a bunda caída.

Comigo não, violão: Mulher que diz isso é sinal que é com ela mesma.

Sou vou botar a cabecinha...: E há gente que ainda acredita...
 




Nenhum comentário:

Postar um comentário