quarta-feira, 7 de maio de 2014

Brainstorming

Poucas

(ou talvez bem tão poucas)

Palavras sobre Brainstorming



Reuniões com  intuito de troca generalizada de ideias – chamadas de Brainstorming, ou seja, Tempestade Cerebral, para insinuar alguma espécie de atividade cerebral – são gratificantes para os que anseiam por reuniões que propiciem uma sensação de realização.

Sessões de Brainstorming têm gerado o nascimento de muitas ideias, algumas novas e algumas nem tanto. Quando pessoas se agrupam e são encorajadas a falar, despojam-se de suas inibições. Damos a seguir um exemplo hipotético.

Pedro (excitado) – Ei, tive uma ideia do cacete!

(Todos olham para Pedro, expectantes.)

Durval – Diga lá, diga lá!

Humberto (presidente da mesa) – Psiu! Vamos deixar o Pedro contar o que bolou. Estamos aqui para isso.

Todos – Atenção, atenção!

Pedro (mostrando o desenho de um ovo) – Alguém sabe o que é isso?

(Longa e pensativa pausa. Alice, uma jovem, levanta a mão, hesitante.)

Alice – É um ovo. Reconheço o formato porque sempre como dois no café de manhã.

Pedro – Correto! Agora, eis a minha ideia. Todos sabemos da facilidade com que os objetos rolam pelo chão.

(Todos concordam em uníssono, com exceção de um homem, Haroldo.)

Haroldo – Sim. E daí?

Humberto – Haroldo, por favor. Não estamos aqui para emitir julgamentos. Deixe o Pedro prosseguir com sua proposta. (Inclina-se para a frente, olhando para Pedro.) Vá em frente. Estamos aqui para ouvir.

Pedro (cada vez mais excitado) – E se colocássemos três objetos em forma de ovo embaixo de um veículo? Isso não o faria andar mais depressa?

Doroteia – Por que não botar quatro?

Pedro (magnânimo) – Tudo bem, quatro.

Haroldo – Mas os ovos não provocariam um movimento muito sacolejante? Pra cima e pra baixo, pra cima e pra baixo. Fico nervoso só de pensar.

Pedro (olhando gelidamente para Haroldo) – Tem alguma ideia melhor?

Haroldo – Sim (mostra um esboço a lápis de um círculo). Que tal algo como isto?

Alice – Pra mim, parece uma bolacha. Conheço bolachas. Como uma todos os dias, de manhã, com ovos.

Haroldo (fazendo uma careta) – Ovos com  bolachas! Argh!

Humberto – Por favor, nada de julgamento de valores.

Pedro (olhando para o desenho de Haroldo, meio confuso) – É a mesma coisa, Haroldo. Você fez apenas uma pequena modificação.

Haroldo – O meu funcionará melhor.

Várias vozes – Essa sua invenção tem nome, Haroldo?

Haroldo – Eu a chamo de roda.

Carlos (abrindo a boca pela primeira vez) – Mas a roda já não foi inventada?

Humberto – Carlos, não seja negativista.


(Do livro “Odeio reuniões”, de Stephen Baker)



Nenhum comentário:

Postar um comentário