terça-feira, 6 de maio de 2014

Romances



“Minha vida daria um romance...”
Quantas vezes você já ouviu essa frase?

Para os modestos:
- Minha vida daria um conto...

Para os exagerados:
- Minha vida daria um romance russo...
ou
- Minha vida daria uma ópera!

Para os pretensiosos:
- Minha vida daria um ensaio.

Para os misteriosos:
- Minha vida daria uma tese científica...

Para os modernos:
- Minha vida daria uma série de TV.

- Minha vida daria um filme do Antonioni.
- Foi cheia de angústia existencial e sutilezas psicológicas?
- Não. Meio parada.

Para os ambiciosos:
- Minha vida daria um best-seller.

Para os radicais:
- Minha vida daria um panfleto.

Para os hipocondríacos:
- Minha vida daria uma bula.

Para os pessimistas:
- Minha vida daria um mau romance.

Para os políticos:
- Minha vida daria vários processos.

Para o homem comum:
- Minha vida daria uma nota de roda-pé.

Para os óbvios:
- Minha vida daria uma biografia.

Para os românticos:
- Minha vida daria um bolero.

Para os trágicos:
- Minha vida daria um tango.


(Texto de Luís Fernando Veríssimo – Revista Veja, de 26.04.1986)


Nenhum comentário:

Postar um comentário