quarta-feira, 4 de junho de 2014

Alguém disse...





Alguém disse que um filho está no ventre durante nove meses.

→ Esse alguém não sabe que um filho está no coração por toda a vida.

Alguém disse que seis semanas depois de se dar à luz se volta à normalidade.

→ Esse alguém não sabe que, depois de se dar à luz,  não existe mais normalidade.

Alguém disse que se aprende a ser mãe instintivamente.

→ Esse alguém nunca foi às compras com uma criança de três anos.

Alguém disse que “bons pais” fazem “bons filhos”.

→ Esse alguém pensa que as crianças vêm com manual de instruções e garantia.

Alguém disse que as “boas” mães nunca gritam.

→ Esse alguém nunca viu o filho a partir a janela do vizinho com uma bola.

Alguém disse que não é necessário uma boa educação para se ser mãe.

→ Esse alguém nunca ajudou o filho a estudar Matemática.

Alguém disse que não se pode amar o quarto filho como o primeiro.

→ Esse alguém não teve quatro filhos.

Alguém disse que não se pode encontrar nos livros todas as respostas às perguntas sobre como criar filhos.

→ Esse alguém nunca teve um filho que meteu um feijão no nariz.

Alguém disse que o mais difícil de se ser mãe é o parto.

→ Esse alguém nunca deixou o filho no primeiro dia de creche.

Alguém disse que uma mãe pode fazer o seu trabalho com os olhos fechados e uma mão atada atrás das costas.

→ Esse alguém nunca organizou uma festa de aniversário para a sua filha.

Alguém disse que uma mãe pode deixar de se preocupar com os filhos quando se casam.

→ Esse alguém não sabe que o casamento agrega genros e noras ao coração de uma mãe.

Alguém disse que o trabalho de uma mãe termina quando o último filho sai de casa.

→ Esse alguém não tem netos.

Alguém disse que uma mãe sabe que o seu filho a ama, por isso não é necessário dizer-lhe.

→ Esse alguém não é mãe.

Alguém disse que uma mãe não necessita da compreensão e do “eu gosto muito de ti” de um filho.

→ Esse alguém não é filho.


(Autor desconhecido) 



Nenhum comentário:

Postar um comentário