quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Nem toda desculpa é esfarrapada

Você sabe com pedir e aceitar?



O básico e a melhor estratégia

Use a palavra:

Diga com todas as letras: “desculpa”. Se soar natural para você, pode usar o termo perdão. Mas “foi mal” não serve.

Seja específico:

Diga o que você fez concretamente. Não seja vago (Sinto pelo que aconteceu) nem dê o truque do condicional (desculpe-me “se” o que fiz foi errado).

Fale de consequências:

Reconheça que a situação criada por você teve efeitos em outra(s) pessoa(s). É por isso que você está se desculpando com ela(s).

Explique-se:

Conte as causas e as circunstâncias envolvidas na situação, sem se colocar na defensiva nem se desresponsabilizar (foi fulano, é a sociedade, é genético).

Não terceirize:

 O pedido tem que ser feito pessoalmente. Recursos como mandar recado ou comunicar por porta-voz até podem manter as aparências, mas não dão certeza de que efetivamente dada e aceita.



Pedir desculpas pra mim é uma arte! E não nego que pra mim é difícil, não saio por aí pedindo desculpas com facilidade... as pessoas dizem que é porque sou orgulhosa. Talvez seja, mas não vejo assim... é que pedir desculpas pra mim por pedir não tem valor algum. Se a desculpa é apenas uma palavra, não me cabe, nem ouvir nem dizer. Eu sempre procuro antes saber por que errei, onde errei, o que causei e como me sinto pelo meu erro. E mais gente, de que adianta pedir desculpas se a pessoa nem se importa se vai fazer novamente ou não?! De que adianta pedir desculpas se nem culpada a pessoa se sente? Eu só peço desculpas se tenho a intenção de realmente jamais repetir o erro, se me sinto mal pelo que causei e, o mais importante, se sinto o desejo de desfazer o erro, ainda que por vezes, não o seja possível.

E mais, o pedido desculpa de forma alguma nos faz desculpados, é importante aceitar isso e ainda diante da recusa da aceitação do pedido sermos dignos de o mantermos ali. Pessoas, por favor, não banalizem o pedido de desculpas. Reflitam antes de o colocarem boca a fora. Se tornem dignas de serem desculpadas antes de almejarem por ela.

Camila Góes


Nenhum comentário:

Postar um comentário