sábado, 17 de outubro de 2015

Que bom que tu chegaste



                       Que bom que tu chegaste, eu te esperava
Há muito tempo e nunca imaginava
Que fosses tão assim - beleza pura.
Relâmpago radioso em céu cinzento,
Misto de gata e potra, um monumento
À perfeição de toda a criatura.

Que bom que tu chegaste e eu sentia
Tua falta, sonhando noite e dia
Que a vida amanhecesse para mim.
Te campeei e campeei a vida inteira,
Até que tu surgiste, verdadeira,
Bela flor de amor-perfeito em meu jardim.

Que bom que tu chegaste, até pensei
Que tanto e tanto eu te procurei
Que nunca te veria em meu caminho.
Estás comigo, finalmente, amada,
Não quero que retomes tua estrada
Fugindo deste amor, do meu carinho.

Que bom que tu chegaste, é o teu lugar,
Vieste de tão longe pra ficar,
É o meu velho coração que agora diz
Foi Deus que te mandou, ó peregrina,
Já bem perto da hora vespertina
Para me amar e me fazer feliz!


(Do livro “Meu baú de versos”, Nei Fagundes Machado)


Um comentário:

  1. Que lindo, na minha vida também chegou, e chegou pra ficar, neste momento estamos longe, estou na Austrália, mas eu volto

    ResponderExcluir