domingo, 20 de dezembro de 2015

Dragão do Mar

(1839-1914)

Francisco José do Nascimento, Dragão do Mar ou Chico da Matilde, foi o líder dos jangadeiros nas lutas abolicionistas. Ele nasceu no dia 15 de abril de 1839, há 160 anos, em Canoa Quebrada, Aracati.



O Dragão do Mar, em imagem de Angelo Agostini,
para a Revista Ilustrada - 1884

“Há muito tempo nas águas da Guanabara,
o Dragão do Mar reapareceu...”

Mas, o que era este dragão, e em que águas ele viveu?

Francisco José do Nascimento, o Chico da Matilde, mulato, nasceu em 1839, foi criado pela mãe com dificuldades e tornou-se jangadeiro nos mares do Ceará. Aprendeu a ler com 20 anos de idade.

Líder nato e revolucionário, liderou o movimento para o fechamento do Porto de Fortaleza, onde trabalhava, impedindo o envio de escravos para as regiões ao sul do país. Isso lhe valeu o apelido de Dragão do Mar e a expulsão do trabalho que exercia no porto. Chico da Matilde disse na época:

“Não há força bruta neste mundo 
que faça reabrir o Porto ao tráfico negreiro”.

E, sob sua liderança, os jangadeiros cearenses abriram as velas de suas embarcações, na recepção de José do Patrocínio, em 1882.

Sua luta, junto aos demais companheiros, levou à libertação dos escravos na província a 25 de março de 1884.

O herói abolicionista faleceu em seis de março de 1914.


Nenhum comentário:

Postar um comentário