sábado, 16 de janeiro de 2016

Os muitos usos de uma caneta


Boletim de Ocorrência

No jornal “Folha de São Paulo” havia uma seção denominada “Boletim de Ocorrência”. Nela, o escritor Moacyr Scliar escrevia uma crônica inspirando-se num fato ocorrido durante a semana.

Cotidiano

CANETA SALVA A VIDA DE TÉCNICO DE FUTEBOL

O técnico de futebol de várzea Osvaldo Silvino assistia a uma partida no campo do Benfica, em Contagem (MG), no domingo, à tarde. Um torcedor invadiu o campo e disparou cinco tiros de revólver na direção de Silvino. Uma das balas atingiu a caneta que estava no bolso esquerdo da camisa, que foi rasgada. Silvino nada sofreu.

(Folha de S. Paulo, 08/08/93)

 OS MUITOS USOS DE UMA CANETA


Moacyr Scliar

Eu já sei, meu filho, que você não quer estudar. Eu já sei que argumentos você vai usar: você vai me dizer que quem estuda não está com nada, que diploma não enche a barriga de ninguém; que professor morre de fome, que sociólogo mata cachorro a grito e que até os doutores estão numa pior. E também já sei o que você pretende fazer de seu futuro: você quer investir no futebol. Futebol é que dá dinheiro, você me dirá, qualquer jogadorzinho é pago em dólar, aqui, ou, melhor ainda, no exterior. E se eu lhe disser que a carreira de um jogador de futebol não dura muito, você me responderá:ah, mas quando eu não puder jogar mais serei técnico, olha aí o Zagalo, olha aí o Parreira.

Mesmo assim, meu filho, eu vou lhe fazer um apelo. Afinal, sou seu pai, só quero o seu bem, e tenho experiência na vida. Portanto, me ouça, antes de mandar longe.

Meu filho, eu acho que de qualquer jeito você deve estudar. Não quer fazer faculdade? Muito bem, não faça faculdade. Não quer cursar o segundo grau? Não curse. Não quer cursar o primeiro também? Aceito. Mas, meu filho, estude um pouco. Aprenda pelo menos – pelo menos! – a escrever.

Para que serve escrever? Bem, talvez não sirva mesmo para muita coisa. Se você for jogador de futebol, ou técnico, você não vai escrever muito. Mas é que para escrever você precisará de uma caneta. E uma caneta, meu filho, mesmo uma modesta caneta esferográfica, pode lhe ser de muita utilidade.

Veja o que aconteceu com o Geraldo Silvino, técnico do Tupi, de Contagem. Ele estava em campo, houve uma briga, um torcedor entrou em campo e começou a dar tiros. Uma bala acertou o peito de Geraldo Silvino não tivesse estudado, não soubesse escrever, e não usasse a caneta,ele poderia ter morrido. É por isso que eu acho que você deve aprender a escrever. E deve usar caneta.

Você vai me dizer que há proteções mais eficientes. Você vai me falar no colete à prova de balas, que os filmes de tevê sempre mostram. Mas, eu pergunto: o que é mais barato, meu filho? O que é mais portátil? O que simboliza melhor a cultura e a educação? Use caneta, meu filho. Uma caneta pode salvar sua vida. E nem precisa ter carga.

(Folha de S. Paulo, 08/08/1993, p.4-3)






Nenhum comentário:

Postar um comentário