sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Terceira idade



Existe quem se ausenta da vida, quem simplesmente espere que ela passe sem graça, sem atrativos, guardando seus sonhos e seu coração naquela sensação de prisão, amarrado em grilhões invisíveis do ócio e da apatia.

Não é assim que nós queremos ser.

Não é assim que nós somos.

Porque independente da idade que tenhamos, somos muito mais do que algumas marcas do tempo esquecidas em nossas mãos, nas nossas faces. Somos mais que recordações ruins ou tempos difíceis.

Somos pensantes! Somos livres! Somos vivos!

Viver tudo isso como se fosse nossa única oportunidade é, na verdade, o maior presente que podemos nos dar dia a dia. Porque quem morre para a Vida, quem entrega o jogo tão facilmente, tampouco saberá valorizar os tantos anos de realizações que a mesma Vida lhe proporcionou.

O passar do tempo, o correr dos anos, enrugam e nos marcam a pele. Mas deixar de curtir cada momento das nossas vidas nos marcará mais profundamente: enrugará nossas almas.

10 dicas para melhorar a qualidade de vida na terceira idade


O idoso é visto pela maioria da população como alguém frágil e que requer muitos cuidados, porém a terceira idade tem ganhado cada vez mais independência. Hábitos saudáveis aumentam a disposição e isso independe da idade. Acompanhe abaixo 10 importantes dicas que, se colocadas em prática, farão uma diferença imensa na sua qualidade de vida:

01. Praticar exercícios físicos, como: caminhada, alongamentos ou esportes. Não basta apenas praticar por praticar, é preciso estabelecer metas, pois, além de ajudar a medir o desempenho, ainda mantém a força de vontade para continuar se exercitando.

02. Comer alimentos ricos em vitamina D, pois auxiliam na manutenção de uma maior agilidade mental. Essa vitamina pode ser encontrada em vários alimentos, tais como: sardinha, cogumelo, ovos, salmão, leite e outros.

03. Outro ingrediente que pode ser adicionado na dieta é a proteína, que ajuda no combate a fraturas. Ela está presente no frango e no queijo, assim como também em legumes e sementes.

04. A cárie e a sensibilidade bucal tendem a aumentar na terceira idade. Pode parecer óbvio, mas é importante manter a escovação dos dentes pelo menos 3 vezes ao dia e usar o fio dental diariamente, sem esquecer também de realizar consultas ao dentista para exames e limpezas.

05. A prática de dança favorece não apenas o corpo, mas também a mente. Em um estudo brasileiro, foi detectado que a dança ajuda a melhorar a memória e também a concentração dos idosos.

06. Possuir uma vida social colabora tanto na saúde física, como na mental. Manter o hábito de se encontrar com amigos para conversar ou aproveitar momentos de lazer ajuda na maior preservação de várias habilidades.

07. Consumir chás preto e verde ajuda na proteção da memória. Formado pela substância catequina, esse tipo de chá contribui na diminuição do desenvolvimento de doenças cardiovasculares.

08. O uso do computador, somado à prática de exercícios físicos, colabora para uma maior estimulação do cérebro. É importante ressaltar que as atividades devem ser realizadas sem exagero, com moderação, para preservar os benefícios que elas oferecem.

09. Acrescentar fibras no cardápio. Sendo considerado como uma ótima opção para diabéticos, as fibras também garantem o funcionamento correto do intestino. Legumes, verduras e aveias são alguns dos alimentos nos quais elas estão presentes.

10. O zinco também se encontra entre as substâncias que beneficiam a vida dos idosos. Ele cria uma espécie de proteção contra infecções que venham a surgir. Pode ser encontrado em vários alimentos, como: grãos integrais, carnes, gérmen de trigo, dentre outros.

Fonte: http://blog.unimedfortaleza.com.br/


Para melhorar a capacidade da memória e, claro, aumentar a atenção

→ Desligue o “piloto automático”: tente sair da rotina no dia a dia e invista em atividades diferentes para estimular o cérebro. Se você costuma ir pelo mesmo caminho para o trabalho todos os dias, mude pelo menos uma vez na semana. Visite um supermercado diferente ou uma farmácia, por exemplo. Novidades fazem bem à memória.

→ Faça associações: uma dificuldade comum é em memorizar nomes de pessoas diferentes. Para evitar esse problema crie associações ao nome da pessoa de acordo com características da mesma ou ao nome de pessoas que você já conhece.

→ Faça uma coisa de cada vez: realizar várias atividades ao mesmo tempo, certamente, irá dificultar que você se recorde de todas as coisas que precisava realizar no decorrer do dia. Quando parar para resolver uma coisa, tente se desligar das demais. O ideal é identificar as prioridades do momento para resolvê-las uma a uma.

→ Exercite a memória: algumas atividade simples ajudam a manter o cérebro mais ativo. Por exemplo, escreva o nome de algumas cores em tons diferentes. Depois, tente dizer em voz alta as cores em que cada palavra está pintada. Por exemplo, se a palavra é azul e está colorida de amarelo, diga “amarelo”.

→ Evite o álcool e o cigarro: ambos são vilões da memória. A ingestão de álcool a longo prazo pode causar uma atrofia cerebral, que é a redução do tamanho do cérebro. Já o cigarro, favorece isquemias cerebrais, podendo em longo prazo gerar problemas cognitivos.

→ Diga não aos medicamentos para dormir: alguns desses remédios podem comprometer a capacidade de memorização. Por isso, o uso dos mesmos só deve ser feito sob recomendação do médico.

→ Trate a depressão e ansiedade: ambas podem causar uma diminuição do ritmo dos processos cerebrais e, consequentemente, causar esquecimentos.


2 comentários:

  1. Muito boas essas dicas, temos direito de aproveitar tudo que a vida nos proporciona , independente da idade, cada dia uma nova emoção.

    ResponderExcluir
  2. E as emoções mais intensas da sua vida podem estar cada dia mais perto de você...

    ResponderExcluir