sexta-feira, 22 de abril de 2016

12 segundos…


Numa convenção americana à qual compareceram neurologistas do mundo inteiro, um dos principais tópicos foi o fenômeno de pessoas que desmaiam no instante em que se levantam da cama.

Um dos oradores foi a Dra. Linda McMaron da Inglaterra. Ela fez uma prolongada palestra sobre seus estudos neste campo.

Disse que após muitos anos de estudo e investigação sobre o tema, chegara à conclusão de que este tipo de desmaio é causado pela rápida transferência entre a posição deitada e ficar de pé.

A Professora McMaron disse que demora 12 segundos para o sangue fluir dos pés à cabeça. Porém quando a pessoa se levanta rapidamente assim que acorda, o sangue é jogado depressa demais para o cérebro, e o resultado é o desmaio.

Ela sugeriu que cada pessoa, mesmo aquelas que não têm tendência a desmaiar, se sentasse na cama ao acordar e contasse lentamente até 12 para evitar tontura, fraqueza e/ou desmaio.

Seu discurso foi recebido com muitos aplausos e entusiástica repercussão.

Outro professor, um judeu religioso, pediu permissão para falar. Ele disse:

– Para nós, judeus, há uma antiga tradição com milhares de anos, a de se recitar uma prece de agradecimento ao Criador do Mundo por nos conceder a oportunidade de um novo dia de realizações. A prece é dita imediatamente após despertar, enquanto ainda se está na cama. Há doze palavras nesta prece e se a pessoa se regular para dizê-las lentamente com concentração, leva exatamente doze segundos para pronunciá-la… 12 palavras em 12 segundos.

Ele recitou a prece lentamente em hebraico:

Modê ani lefanêcha, Mêlech chai vecayam, shehechezárta bi nishmati bechemlá. Rabá emunatêcha.

“Sou grato a Ti, ó Rei vivo e eterno, por ter restaurado dentro de mim minha alma com misericórdia. Grande é Tua confiabilidade”.

O auditório levantou-se e irrompeu em aplausos que ecoaram por todo o salão. Dessa vez… era para o Criador do Mundo. Talvez cada um de nós também deva aplaudir toda manhã o Criador, após recitar Modê ani.

Então deixo este conselho: ao acordar pela manhã, comece o dia já agradecendo, não somente pelo fator médico, e sim para fortalecer nosso caráter.


* O Talmud no tratado de Guitin 70a diz que aquele que se levanta rapidamente assim que acorda, corre risco de vida.

*****

– Dr. Helio Sinowietz, a história está correta?

– Sim, meu preclaro professor e amigo, o Talmud tem lá suas razões, e este costume de orar antes de levantarmos, é um dos preceitos do bem-estar e da boa saúde. Tempo suficiente para oxigenação do cérebro.

Shalom!


Nenhum comentário:

Postar um comentário