segunda-feira, 11 de abril de 2016

Desvendando um mito da MPB

Todos os Olhos Mesmo


Capa do LP de Tom Zé


Ainda na música, outra afronta descarada ao sistema que só veio à tona em anos recentes foi o disco de Tom Zé, “Todos os Olhos”, no qual o artista do tropicalismo, juntamente com o poeta Décio Pignatari, resolveram fotografar um brioco em close com uma bola de gude encaixada. Sim, os malucos resolveram por um cu em uma capa de LP para ser exposto ao público em lojas.

Bem, para os que ainda não conhecem, a figura acima é capa do disco em questão, que ficou famosos mais pela capa que por suas músicas, pois em plena vigência do AI-5, o poeta concretista Décio Pignatari resolveu sacanear com a censura e sugeriu que fotografassem uma bola de gude em cima do orifício monossilábico posterior (popularmente conhecido como cu) para servir de capa de disco. A ideia era expor um cu nas lojas para desmoralizar o regime. Tom Zé topou, com certa relutância, até porque quem tem cu tem medo, principalmente nos anos de chumbo. O resultado é o que você deve estar vendo no topo do texto. Quando a história veio à tona em an(u)ons recentes, até a revista “Sexy” colocou um apelo para se descobrir quem teria sido a modelo que expôs a sua parte da anatomia onde o sol não bate. Bem, tinha amigo meu que desconfiava que era o “pranóis” de Caetano Veloso

Mas o irônico é que em 2005, em uma matéria na revista “Carta Capital”, uma nova versão, até mesmo desconhecida pelo Tom Zé, veio à tona. Em suma, depois de herCÚleas tentativas de se reproduzir a ideia de Pignatari, as fotos da bola sobre o brioco não ficaram muito fotogênicas, e o fotógrafo acabou preferindo colocar a bola na boca da modelo, tendo um resultado mais satisfatório.

É uma pena, pois caiu um mito dos mais arraigados da MPB. Até o Tom se surpreendeu com a notícia de que o cu era uma boca, no frigir dos ovos. Já o Décio já está cansado de tanto falar nesse bendito butico, que no fim das contas, nem furico era.


(Do Blog Papo de Bodega)


Nenhum comentário:

Postar um comentário