segunda-feira, 25 de abril de 2016

O Naturalismo


01.  Época:
→  O Naturalismo, em nossas letras, manifestou-se na segunda metade do século XIX.
02.  Data que assinala o início do Naturalismo:
→  1881 - ano da publicação de “O Mulato” de Aluísio Azevedo.
03.  A que estilo se opõe o Naturalismo:
→  Combatendo o individualismo, o sentimentalismo, o subjetivismo e os valores burgueses, o
Naturalismo se opõe ao Romantismo.
04.  Ideias que predominavam na sociedade contemporânea ao Naturalismo:
→  O Naturalismo foi o Realismo numa medida mais radical, talvez, levando ainda mais longe o  espírito científico proposto.
→  Naturalismo significa o tipo de realismo que procura explicar cientificamente a conduta e o  modo de ser dos personagens por meio de fatores externos, de conduta biológica e  sociológica, que condiciona a vida humana.
05.  Origem do Naturalismo:
O Naturalismo originou-se na França, em 1867, ano que Émile Zola publicou “Therèse Raquin”, primeiro romance naturalista.
06.  Principais características da prosa Naturalista:
→   por ver o ser humano submetido às mesmas leis que regem o mundo físico;
→   pelo desaparecimento das dimensões metafísicas das personagens;
→   pela importância dos instintos e da carga hereditária nas ações humanas;
→   pela crença no condicionamento social do indivíduo;
   pela intenção “experimental” do romance;
 pelo objetivismo e cientificismo: hereditariedade de temperamento e caracteres - determinismo do meio ambiente - determinismo do momento histórico.
07.  Principal prosador brasileiro ligado ao Naturalismo:


  ALUÍSIO Tancredo Gonçalves de AZEVEDO

  Nasceu em São Luís do Maranhão, em 1857. Faleceu em Buenos Aires, em 1913.
08.  Obras: (mais importantes e alguns comentários)
  “O Mulato”  - 1881 - livro que denuncia os preconceitos raciais e todas as suas hipocrisias.  Obra polêmica, usa como centro da narrativa a cidade de São Luís (Maranhão). Alguns  personagens são perfeitamente identificáveis em figuras proeminentes da cidade.
→  “Casa de Pensão” - 1884 - segue os esquemas da hereditariedade de caracteres e as fraquezas e corrupções dos personagens. São dadas como decorrência de uma herança sangüínea.
 “O Cortiço” - 1890 - é a obra-prima de Aluísio de Azevedo que, nela, consegue retratar a miséria dessas habitações (cortiços). Miséria física, moral, resultado de uma sociedade que forçava em se distanciar e esquecer os seus cortiços.


Nenhum comentário:

Postar um comentário