segunda-feira, 23 de maio de 2016

Histórias de Paraquedistas XXII

A honra dos 80 saltos

Nilo da Silva Moraes - Pqdt 11.779


Na foto acima, aparece um militar chegando ao solo com um paraquedas com as cores da bandeira do Brasil. Saltar com esse paraquedas é um privilégio reservado a poucos paraquedistas, pois indica que ele está realizando seu 80° salto de uma aeronave. Ele salta uma única vez com esse paraquedas. Presume-se que, para realizar tal façanha, o pqdt tenha um tempo mínimo de dez anos na Brigada de Infantaria Paraquedista.

Era uma grande alegria de ver, no meio de centenas de velames verdes, um com as cores do nosso pavilhão nacional, e saber que ali estava um paraquedista diferenciado. É um homem que está há um longo tempo numa unidade militar, tendo uma vida agitada e cheia de atividades, fazendo exercícios, manobras e instruções no limite máximo da capacidade humana. O recruta sofre, mas o graduado paraquedista sofre junto. Ele é a sustentação de que suas ordens serão bem executadas. O recruta pqdt é forjado a ferro e a fogo. Ele tem que ultrapassar limites máximos do esforço físico. Sua conduta moral e profissional é testada diariamente. Ele tem que ser o melhor, tem que pensar e agir como tal.

O instrutor paraquedista mostra, com o seu exemplo, ao recruta, que, para conseguir as asas de prata, o bute marrom e a boina vermelha, ele terá que ser um soldado diferente de todos. Mais ágil, destemido e vibrante. O graduado pqdt, por sua vez, terá que enfrentar ano após ano jovens ávidos em conquistar esses troféus. E a cada ano só ele envelhece. A cada ano seu corpo não será mais o mesmo. Terá dores, lesões, fraturas. Sua disposição ficará cada vez mais fragilizada, mas ele tem que dar o exemplo com sua conduta exemplar.


Até que um dia de sua vida, numa instrução de rotina, num salto qualquer, ele desce do céu com cores verde, azul, amarela e branca da nossa bandeira. Todos sabem a quantidade de saltos que ele já realizou. Todos, indistintamente, olham em sua direção, olham para o seu paraquedas. E todos, com emoção, gostariam de estar no seu lugar. Pois ali está saltando um anônimo herói brasileiro. Um herói de 80 desafios.


(Do Almanaque Paraquedista, capa abaixo:)



Um comentário:

  1. Linda imagem, independente do número de saltos o PQD é diferenciado, é uma corporação que da orgulho. BRASIL ACIMA DE TUDO

    ResponderExcluir