segunda-feira, 25 de julho de 2016

Vocabulário Político para Principiantes




A linguagem usada nem sempre é acessível ao público. Palavras e expressões empregadas não correspondem ao sentido dado pelo dicionário. Um grupo estudantes, em reunião, proporcionou a oportunidade de um esclarecimento deste vocabulário estudantil. Apesar de algumas discordâncias, foi possível encontrar um ponto comum. Eis o resultado obtido.

Arrocho salarial: atual política econômica ditada pelo governo.

Autocracia: é a forma técnica que existe para definir o atual estágio do Brasil.

Burguesia: classe social que possui os meios de produção em suas mãos.

Capitalismo: sistema econômico baseado no acúmulo de capital.

Comissões Parietais: formadas por professores e alunos responsáveis pela reformulação dos currículos. Sua função será de reger os destinos das faculdades ou Universidade.

Diálogo: tática usada pelos estudantes (ou operários) para obrigar o governo a fazer concessões.

Ditadura: concentração do poder político e econômico numa classe dominante. Sistema de opressão.

Elitização do Ensino: restrição do ensino às classes dominadas.

Imperialismo: etapa superior ao capitalismo que oprime os povos. Aumento de mercados do país dominante.

Integração: processo pelo qual estudante se integra na luta contra a classe dominante.

Lei da Rolha: amordaçamento da liberdade de imprensa.

Lutas Específicas: luta de determinado curso ou faculdade.

Massa: conjunto de determinada camada da população com baixo nível de consciência revolucionária.

Fundações: transformação dos colégios e universidades em entidades financiadas e dirigidas por grupos econômicos particulares.

Opressão: dominação pela força.

Proletariado: classe social que pelo papel desempenhado no processo de produção é a única capaz de solucionar as condições as condições do capitalismo.

Posições: existem duas no movimento estudantil: contra ou favor.

Reacionário: indivíduo que se opõe às mudanças e inovações sociais – antissocialista.

Repressão; maneira da ditadura ou regime fascista de impedir manifestações públicas.

Socialismo: sistema econômico e social onde não existe propriedade dos bens de produção.

UNE: União Nacional dos Estudantes é a única entidade nacional dos estudantes. Encarregada de dirigir as lutas estudantis num plano nacional.


(Do Almanaque do Correio do Povo de 1969)



Nenhum comentário:

Postar um comentário