quinta-feira, 6 de outubro de 2016

O elefante nunca esquece...


Uma historinha de humor




Um circo estava se apresentando numa cidadezinha do interior. No intervela dos números circenses, o domador resolve desafiar a plateia, perguntando ao público quem conseguiria fazer um elefante sentar-se. Quem conseguisse, ganharia cem reais de prêmio.

Umas vinte pessoas se candidataram ao prêmio. Uns gritavam a pleno pulmões no ouvido do elefante; outros o empurravam na direção do tamborete, mas ninguém conseguia a façanha de fazer o elefante sentar-se.

O domador já ia dar por encerrada a façanha, quando, de repente, um gaiato da última fila se dirige ao picadeiro. Traz nas mãos um taco de beisebol. Chega bem perto do elefante e dá uma paulada nas bolas do dito cujo. O elefante grita “Hummmm” e acaba sentando no banco. Aplausos da plateia e cem reais no bolso.

Cinco anos depois, o mesmo circo se apresenta na cidade. No intervalo, o domador faz o mesmo desafio à plateia, mas com uma pequena diferença: “Duzentos reais a quem conseguir fazer o elefante dizer sim e não com a cabeça.” Umas vinte pessoas se apresentam, tentando, das mais diversas formas possíveis, fazer o elefante dizer sim e não com cabeça, mas ninguém consegue. O mesmo gaiato de cinco anos atrás se apresenta no picadeiro. Dirige-se ao elefante e cochicha no seu ouvido:

– Tá lembrado de mim?

O elefante, assustado, faz sim com a cabeça.

– Tá a fim de levar outra paulada nos ovos?

O elefante, que nunca se esquece de nada, suando frio, faz um não com a cabeça.


Nenhum comentário:

Postar um comentário