domingo, 2 de outubro de 2016

Quem foi grande?


Grandes visionários

(Viram o que ninguém viu em algo criado.)

1. Orville Wright (1871-1912) e Wilbur Wright (1867-1912)


→ Não importa se alguém pode ser considerado o verdadeiro pai do avião. Se o modelo de aviação de Santos Dumont tivesse emplacado, as pessoas usariam pequenos aparelhos particulares. Os irmãos americanos criaram o padrão das grandes aeronaves. Eles inventaram a atual engenharia aeronáutica.

2. Johannes Guttemberg (1398-1468)


→ O ourives alemão não inventou a prensa de tipos móveis – ela já existia havia 14 séculos. Mas foi ele quem criou os moldes das letras em um material muito mais resistente, que garantiu que a impressão fosse bem mais rápida e confiável. Seus primeiros livros impressos, uma leva de 135 cópias da Bíblia, transformaram a cultura ocidental para sempre.

Grandes empreendedores

(Aliaram a genialidade técnica e lábia aos negócios.)

1. Henry Ford (1863-1947)


→ Foi um dos homens mais ricos e conhecidos de seu tempo e originou a palavra fordismo, ou seja, produção industrial em massa. Seu Ford T, barato e acessível, revolucionou a indústria. Se o automóvel é o símbolo do século 20, a responsável é a Ford.

2. Thomas Alva Edison (1847-1931)


→ Roubou inventos e omitiu o trabalho de colaboradores. Mas é recordista de inovações: 1097 patentes. Lançou a lâmpada, desenvolveu o fonógrafo (aparelho de gravação e reprodução de sons) e as câmeras de cinema.

3. Steve Jobs (1955-2011)


→ Não criou nada do zero para influenciar o mundo. Como Edison, incorporou projetos de outros. Jobs reuniu o melhor e o pior dos antecessores. Graças a ele temos computadores que cabem em casa – e no bolso. Sem Jobs, a internet não faria sentido.

Grandes estudiosos

(Colocaram no papel ideias e inventos que mudaram o mundo.)

1. Leonardo da Vinci (1452-1519)


→ Leonardo foi tão genial que a pintura A Última Ceia é dele. Ele desenhou submarino, tanque e helicóptero. Hoje, sabe-se que vários desses projetos, como a asa-delta e o paraquedas, funcionam.

2. Arquimedes (287 a.C.-212 a.C.)


→ Calculou um valor próximo do número Pi e estabeleceu a lei do empuxo, força vertical exercida por líquidos em objetos. Foi nesse episódio que, segundo a lenda, gritou “Eureca” no banho. Ele contribuiu ainda para a agricultura e a engenharia.

3. Charles Babbage (1791-1871)


→ Em 1837, publicou o esboço da máquina que seria capaz de calcular os mais difíceis logaritmos. Era o primeiro projeto conhecido de um computador, praticamente do jeito como temos hoje – só que teria o tamanho de um campo de futebol.

Grandes engenheiros

(Estimularam nossa milenar dependência de máquinas.)

1. Nikolaus Otto (1832-1891)


→ É graças a este alemão que o carro funciona com motor de combustão interna. Ele desenvolveu um ciclo de 4 estágios que não explodia o veículo. Sem isso, os compatriotas Gottlieb Daimler e Karl Benz não desenvolveriam o carro moderno.

2. Alexander Graham Bell (1847-1922)


→ Pode não ser o inventor do telefone, mas foi depois dele que houve uma revolução no jeito de se comunicar. Além disso, tentou desenvolver pesquisas com genética e testou alguns de seus protótipos de aviões.

3. Heron de Alexandria (10-70)


→ Inventou o primeiro motor a vapor, chamado eolipila. Pena que não levou a sério a criação. O eolipila* poderia ter feito uma revolução industrial na Roma antiga, mas ele achava que era só um brinquedo inútil. Preferia fazer tratados de física.


*Eolípila, do grego Aeolipile, também denominada de Máquina de Heron ou Máquina Térmica de Heron (imagem abaixo), é uma esfera oca, abastecida por uma bacia com água, que é aquecida para produzir vapor, fazendo com que este produza movimento.



(Texto da revista Super Interessante)



Nenhum comentário:

Postar um comentário