terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Coisas simples para sorrir



Reclama que está engordando, mas...
Jesus nasceu, você come panetone!
Jesus morreu, você come bacalhau!
Jesus ressuscitou, você come chocolate!
Aí, fica difícil!

*****


A mãe, ao ver o filho de 10 anos voltar da pescaria com a orelha toda inchada, fica indignada:
‒ O houve, meu filho?
‒ Foi um marimbondo, mãe!
‒ Ele te picou?
‒ Não deu tempo... O pai matou com o remo!

*****


Um jornalista visita o manicômio e vê um interno conduzindo um carrinho de mão ao contrário, com a caçamba virada para baixo.
Comenta o jornalista:
– Olha lá o louco com a carriola ao contrário!
Ofendido, o louco responde:
– Sou louco, mas não sou burro! Se eu viro a carriola, eles a enchem de tijolos!

****


O menino pergunta à mãe:
‒ Manhê! Foi a cegonha que me trouxe para o mundo?
‒ Foi, meu filho.
‒ E é Jesus que nos dá o pão de cada dia?
‒ Sim, meu amor.
‒ Mais uma coisa: é o Papai Noel que nos dá os brinquedos de Natal?
‒ É isso mesmo!
‒ Então para que serve o papai?

Uma lesma foi a uma delegacia se queixar que fora atacado por duas tartarugas.
O delegado perguntou a ela como aconteceu o assalto:
‒ Não sei, senhor delgado, não sei mesmo, foi tudo tão rápido...


Uma velhinha chega num presídio e fala ao guarda:
– Vim para fazer uma visita íntima.
O guarda:
– E qual o nome do detento?
A velhinha:
– Qualquer um... sou voluntária.


Um pai chega furioso na escola onde estuda sua caçula.
– Eu vim aqui reclamar porque estão fazendo bulling com a minha filha!
A diretora, então, pergunta a ele:
– E quem é a sua filha?
O homem, apontado para uma garota, no pátio da escola:
– É aquela baixinha, vesga com um nariz de tucano.


Dois homens, jogadores viciados em roleta, saem de um cassino. Um só de cuecas e o outro completamente nu, pois perderam tudo no jogo.
O que estava nu fala para o outro:
– Eu admiro um homem que sabe a hora de parar...


Duas velhinhas, amigas e vizinhas há muitos anos, encontram-se num banco de praça. Uma pergunta a outra:
‒ Tenho a impressão que já conheço a senhora, como é mesmo o seu nome?
Outra velhinha, para, pensa um pouco e responde:
‒ A senhora quer essa resposta pra quando?


Namorada sugere ao namorado um presente para o “Dia dos Namorados”:
‒ Amor, você me dá de presente um novo celular?
O namorado, intrigado, pergunta:
‒ E outro?
A moça responde:
‒ Ah, ele me deu um relógio.


Numa livraria, chega uma jovem muito bonita e pergunta ao balconista.
‒ Moço, tem cartão do Dia dos Namorados escrito “Você é Meu Único Amor”?
O balconista:
‒ Tem sim.
A moça:
‒ Me consegue seis.

Um professor pergunta a um aluno, para variar só podia ser o Joãozinho:
‒ Se eu disser “Fui bonito”, o verbo está no passado, agora, seu disser “Sou bonito”, o que é, Joãozinho?
‒ É mentira, professor!


Duas louras se encontram, e uma delas está visivelmente irritada. Esta diz a outra:
‒ Ontem fui ao shoping perto da minha casa e, quando estava subindo pela escada rolante, faltou luz e fiquei meia hora em pé esperando que voltasse a luz. Cansei!
A segunda loura pergunta:
‒ E não havia degraus?
A primeira loura responde.
‒ Sim.
A segunda loura, então, diz a outra:
‒ E por que não te sentaste.


Nenhum comentário:

Postar um comentário