terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Como nasce um paradigma*


As coisas não deveriam ser sempre assim...


Cinco macacos foram colocados num compartimento onde havia uma escada e um cacho de bananas pendurado no teto. Sempre que qualquer um deles subia a escada para apanhar frutas, um jato de água atingia os demais, que passaram a associar as três coisas: escada, banana, banho. Assim, após algum tempo, o membro do grupo que chegasse aos degraus era descido pelos outros, que ainda lhe davam uma surra. Posteriormente, foi introduzido na jaula um macaco novo e retirado um dos cinco. Ao ver as bananas, o novato tomou o rumo da escada, sendo apeado e surrado pelos quatro. Até aprender que aquilo não se fazia. Sucessivamente, todos os animais foram sendo substituídos, até não restar um só dos que haviam recebido jatos de água, repetindo-se, contudo, as tentativas e as surras. Se fosse possível perguntar a qualquer um deles a razão pela qual agia assim, a resposta, certamente, seria:

“Não sei, as coisas por aqui sempre funcionaram desse jeito”.

Conclusão de um especialista:

Os paradigmas existem para serem quebrados, e podem ser classificados, não genericamente, como tabus, preconceitos, atrasos de vida, falta de atualização e treinamento, e algumas vezes levam a erros que são simplesmente explicados assim: Sempre foi feito assim, então, não vejo porque mudar!

Sergio Ricardo Rocha é consultor empresarial, palestrante e coach. Responsável por alavancar as vendas de grandes empresas do país.

.
*paradigma: modelo, padrão, exemplo a ser seguido em determinada situação.


Nenhum comentário:

Postar um comentário