quinta-feira, 27 de abril de 2017

Cuidado muito cuidado



Cuidado ao postar sua felicidade. A inveja tem facebook. (Augusto Branco)

Cuidado para não chamar de inteligentes apenas aqueles que pensam como você. (Ugo Ojetti)

Cuidado com a fúria de um homem paciente. (John Dryden)

Cuidado com o homem que não devolve a bofetada. Ele não a perdoou, nem permitiu que você se perdoasse. (George Bernard Shaw)

Cuidado com a tristeza. Ela é um vício. (Gustave Flaubert)

Cuidado com as pequenas despesas: uma fenda diminuta pode fazer afundar um grande navio. (Benjamim Franklin)

Muito cuidado com os elogios rápidos. Aqueles que, na primeira tarde, são capazes de ver qualidades que não tens, também rapidamente descobrem defeitos que nunca possuíste. (Paulo Coelho)

Cuidado! A vida é pra valer. E não se engane não, tem uma só. Duas mesmo que é bom, ninguém vai me dizer que tem sem provar muito bem provado, com certidão passada em cartório do céu, e assinada embaixo: Deus! e com firma reconhecida. A vida não é de brincadeira, amigo. (Vinicius de Moraes)

Tome cuidado com o que você coloca em seu coração, pois isto, certamente, será seu. (James Arthur Baldwin)

Aquele que luta com monstros deveria tomar cuidado para não se tornar, através disto, um monstro. E se você encara por muito tempo um abismo, o abismo também encara você. (Friedrich Nietzsche)

Cuidado, este não é revolucionário. É um conservador de antigas anarquias. (Jean Cocteau)

Se eu soubesse que ia durar tanto tempo, tinha tido mais cuidado comigo. (George Burns, aos 100 anos)

Cuidado com o homem vulgar. A mulher vulgar. Cuidado com o amor deles. (Charles Bukowski)

Não faça nada que não te deixe em paz consigo mesma; cuidado com o que anda desabafando; Conte até três (tá certo, se precisar, conte mais); antes só do que muito acompanhado; esperar não significa inércia, muito menos desinteresse; renunciar não quer dizer que não ame; abrir mão não quer dizer que não queira;  tempo ensina, mas não cura. (Martha Medeiros)

Moço, cuidado com ela! Há que se ter cautela com esta gente que menstrua... Imagine uma cachoeira às avessas: cada ato que faz, o corpo confessa. Cuidado, moço, às vezes parece erva, parece hera cuidado com essa gente que gera essa gente que se metamorfoseia metade legível, metade sereia. (Elisa Lucinda)

Cuidado com as voltas que o mundo dá. Hoje você lança as palavras, amanhã sente o efeito delas. (Anônimo)

Cuidado com as palavras pronunciadas em discussões e brigas, que revelam sentimentos e pensamentos que na realidade você não pensa e não sente... Pois, minutos depois, quando a raiva passar, você delas não se lembrará mais... Porém aquela pessoa a quem tais palavras foram dirigidas, jamais se esquecerá. (Anônimo)

Cuidado com a carência afetiva, ela pode te fazer enxergar o amor onde ele não existe. (Anônimo)

Cuidado para não esperar de mim aquilo que nunca recebi de você. (Anônimo)

Cuidado! Pessoas mentem, sorrisos enganam e olhares iludem. (Anônimo)

Cuidado com o destino. Ele brinca com as pessoas. (Charão)

Cuidado com o medo, ele adora roubar sonhos. (Anônimo)

Cuidado com o que você compartilha nas redes sociais. (Anônimo)

Cuidado com o que você anda dizendo de mim, minha mulher é advogada... (Anônimo)

Cuidado com os invasores do seu corpo... eles não costumam voltar para ajudar a consertar a desordem. (Padre Fábio de Melo)

Tenha muito cuidado com quem sempre discorda de você. E tenha mais cuidado ainda com que sempre concorda com você. (Lucênio Lopes da Anunciação)

Cuidado com os desequilibrados religiosos, eles podem abalar a sua fé. (Anônimo)




Nenhum comentário:

Postar um comentário