domingo, 12 de agosto de 2018

Osório e o Imperador




Herói da Guerra do Paraguai, o general Osório foi ministro da Guerra no Império e, nessa condição, tinha de despachar com o Imperador Pedro II.

Nascido em Conceição do Arroio, hoje município de Osório em sua homenagem, era homem sem papas na língua, mas dotado de senso de humor.

Em uma das audiências, enquanto falava dos assuntos da pasta, o Imperador, que já estava envelhecido, começou a cochilar profundamente.

Osório não teve dúvida: deixou a espada cair com grande estrépito, o que fez D. Pedro acordar-se sobressaltado.

Percebendo que o ministro fizera aquilo de propósito, D. Pedro observou ríspido: “Ainda bem que a sua espada jamais caiu nos campos do Paraguai”.

Osório devolveu na hora: “Já não se tinha tempo para dormir, Majestade”.

Apesar dessa rudeza, o Imperador gostava de Osório. Em outra ocasião, D. Pedro recusou-se a assinar a promoção de um oficial. Como Osório insistisse, tentou explicar-lhe: “Dizem que ele é muito mulherengo”.

Osório soltou enorme gargalhada e respondeu: “Majestade, se fosse por isso, eu jamais teria passado de soldado raso”.

D.Pedro riu também e a promoção foi assinada.

*****

(Do livro “Notas Curiosas da Espécie Humana”, 
de Jayme Copstein)

Nenhum comentário:

Postar um comentário