sexta-feira, 31 de julho de 2015

Humor de Almanaques

Dos almanaques




          Um curioso pergunta a um notável poliglota:
          – É verdade que o senhor domina todas as línguas?
          – Todas não, algumas foram impossíveis...
          – Quais?
          – As da minha mulher, minha sogra e as das minhas cunhadas.


As mentiras

Da secretária: O senhor diretor não pode atendê-lo. Está muito ocupado.
Do dentista: Não vai doer absolutamente nada.
Do barbeiro: Não demora. Cinco minutos apenas.
Da modista: É um preço especial para a senhora. Não diga nada a suas amigas.
Das amigas: Você bem sabe que não conto nada a ninguém.
Do alfaiate: Pura lã inglesa.
Do editor: Lemos com grande interesse seu manuscrito e lamentamos que no presente momento nossa programação já esteja feita.
Do orador: E agora uma última palavrinha!
Do advogado: Estaria eu aqui caso não estivesse convencido da inocência de meu constituinte.


O homem ideal

          Duas amigas tomam sol, bem à vontade, na praia. Uma delas pergunta:
          ‒ Qual é seu tipo de homem ideal?
          ‒ O meu ideal? Bem, é o homem inteligente o bastante para ganhar muito dinheiro e burro o bastante para gastar tudo comigo!


E agora?

         Depois de longa ausência, dois amigos se encontram:
         ‒ Olá, Gustavo! Como vai o seu namoro com a Maria Gilda?
         ‒ Bem, acabou-se.
       ‒ Ótimo! Você nem sabe como me agrada essa notícia! Não sei como você foi gostar de uma idiota como aquela: piranha e periguete!
         ‒ Bem, acabou porque nos casamos...

A escolha certa

         ‒ É verdade que você desistiu de casar coma Maria?
         ‒ Sim descobri que ela gastava quase dois mil reais por mês na costureira.
         ‒ Dois mil reais!
         ‒ Sim. Dei o fora nela e resolvi casar com a costureira.


Para sempre

         ‒ Como é que o senhor ficou com esse anel de brilhantes?
         ‒ Porque era meu.
         ‒ Como seu? Já descobrimos a dona.
         ‒ Não pode ser. Dentro do anel está escrito: “Teu para sempre!”

O naufrágio

         O náufrago, no fim de suas forças, consegue nadar até uma ilha deserta. Já esperando, em terra, está sua mulher, aos berros:
         ‒ Onde você estava, seu cretino? O navio afundou ontem!


O melhor presente

         Na festa de aniversário de 10 anos de meu sobrinho, ficamos impressionados com a quantidade de presentes que ele ganhou. Quando perguntamos de qual havia gostado mais, ele respondeu sem pestanejar:
         – Os vinte reais do vovô!


Frases retiradas do livro Millôr Definitivo: a bíblia do caos

Não tenho superstições. Ser supersticioso dá azar.

Só conheço um afrodisíaco: a mulher.

O maior anticoncepcional é o mau hálito.

O cadáver é que é o produto final. Nós somos apenas a matéria-prima.

Todo mundo, por mais chique que seja, em determinado momento enfia o dedo no nariz.

O demônio foi o primeiro líder radical, lutando violentamente contra o sistema.

Nunca neguei a ninguém o direito de concordar inteiramente comigo.

Morrer, por exemplo, é uma coisa que se deve deixar sempre para depois.

A antropologia, dama de má vida das ciências sociais.

A advocacia é a maneira legal de burlar a justiça.

A Desconfiança deu uma linda festa e compareceram todos os seus amigos: o advogado, o contador, o chaveiro, o detetive e o marido da mulher bonita.

A diferença entre existir e viver é mais ou menos dez salários mínimos.

Algumas pessoas matam. As outras se satisfazem lendo as notícias dos assassinatos.

O dinheiro é a mais violenta das invenções humanas.

O que o dinheiro faz por nós não é nada em comparação com o que a gente faz por ele.

Estou ganhando a vida, como diz o cara que se mata de trabalho.

Imagina, eles chamam você de evolução da espécie.

Eutanásia? É a última coisa que eu faria na vida.

Hoje em dia basta um cara assassinar a mulher sem motivo justo para ser considerado machista.

O problema de ficar na fossa é que lá só tem chato.

Já pensei em fundar uma religião, mas tenho medo de que me sigam.

Eu até não me importaria de ir para o céu se não tivesse que ir de caixão.

Como são admiráveis as pessoas que não conhecemos muito bem!

Jamais fale a seu próprio respeito. Quando você sair os outros se encarregam disso.

Pois é, eles chamam isso de evolução da espécie.

Livre como um táxi.

E inútil chamar alguém de mentiroso. Todo mundo é.

Uma democracia começa com três refeições diárias.

O pudor dá, mas fica vermelhinho.

Quem não acredita em mula-sem-cabeça é porque nunca olhou em volta.

Sexo causa gente.

Há uma morte no seu futuro.


O Congresso Nacional é um local que:

se gradear vira zoológico,
se murar vira presídio,
se colocar uma lona em cima vira circo,
se colocar lanternas vermelhas vira prostíbulo
e se der descarga não sobra ninguém.


Humor de almanaque

Pérola da publicidade: “Serviço de coleta de esgoto. Se o serviço não for satisfatório, a Empresa devolve o produto”.

Besteirol do Twitter: “Se alguém te oferecer um par de óculos sem lentes, não aceite. É armação...”

A preguiça é a mãe de todos os vícios, e como mãe, deve ser respeitada!

Houve um tempo em que os animais falavam. Hoje, eles até escrevem."

Sem ambição: “Estou na vida só pela comida.”

Besteirol: “Pesquisas revelam que quem acorda cedo, gostaria de voltar a dormir.”

Cafajeste: “A única coisa que eu procuro em um relacionamento é a saída!”

Solidão da net: “Eu até tenho vida social, mas perdi a senha.”

Piada de loira: “Descobriram que as integrantes da quadrilha eram loiras porque, depois de roubar o cartão de crédito das vitimas, elas pagavam a fatura.”

Sinceridade: “Recado para as pessoas que ainda não decepcionei: calma aí que eu tô chegando.”

Sabe por que funkeiro escuta “Funk pancadão” muito alto? Porque o som não se propaga no vácuo, então não faz diferença nenhuma na cabeça deles.

Brasil tem quase 80 milhões de internautas, aponta Ibope. Imagina tudo isso trabalhando!

Se fetos sem cérebro não sobrevivessem, não teríamos compositores de música sertaneja, forrozeiros de plástico nem pagodeiros.

Falar de boca cheia é feio, falar de cabeça vazia é pior ainda.

Laboratórios conseguem produzir espermatozóides. Definitivamente, o homem não serve mais pra porra nenhuma!


Humor em pedaços

Frases curtas para sorrir (mas se quiser pode gargalhar):

• Há duas palavras que abrem muitas portas: “Puxe” e “Empurre”.

• Errar é humano. Colocar a culpa em alguém, então, nem se fala!

• Por que "já" quer dizer agora, e "já, já" quer dizer daqui a pouco?

• Por que “tudo junto” é separado e “separado” é tudo junto?

• Às vezes é melhor ficar calado e deixar que pensem que você é um idiota do que abrir a boca e não deixar nenhuma dúvida.

• Não sou um completo inútil... Ao menos sirvo de mau exemplo.

• Eu queria morrer como o meu avô, dormindo tranquilo, e não gritando desesperadamente, como os passageiros do ônibus que ele dirigia!


Nenhum comentário:

Postar um comentário