quarta-feira, 30 de março de 2016

Procissão de Nossa Senhora dos Navegantes


Procissão fluvial


A devoção à Nossa Senhora dos Navegantes teve início no século XV, com a navegação dos europeus, especialmente dos portugueses. As pessoas que viajavam pelo mar pediam proteção à Nossa Senhora para retornarem aos seus lares. Maria era vista como protetora das tempestades e demais perigos que o mar oferecia. Num período em que a tecnologia era bastante limitada, as viagens marítimas eram vistas como uma perigosa aventura, o que justificava a fé e devoção dos viajantes.

Em Porto Alegre, a igreja de devoção a Nossa Senhora dos Navegantes encontra-se no bairro Navegantes, zona norte da cidade. O Navegantes é um dos bairros mais antigos de Porto Alegre. Sua origem está ligada ao percurso realizado entre às regiões de colonização alemã (São Leopoldo, Novo Hamburgo) e a região central da capital. Em 1875 foi transferida para o bairro a imagem de Nossa Senhora dos Navegantes que se encontrava na igreja do Menino Deus. A partir deste período iniciasse a tradição de procissões em homenagem a santa, realizadas aqui em nossa cidade sempre nos dia dois de fevereiro.

A festa de Nossa Senhora dos Navegantes é a maior festa religiosa de Porto Alegre e a terceira maior do Brasil. No dia dois de fevereiro, além de se homenagear Nossa Senhora dos Navegantes também são feitas homenagens a Iemanjá, sua correspondente nas religiões afro-brasileiras. Neste ano (2016) a festa foi ainda mais especial, já que se estava comemorando os 141 anos de procissão.

A relação entre a Cia Carris e o bairro Navegantes vêm de muito tempo, desde de 1875 a Procissão acontece para o então arrabalde Navegantes. Anterior ao início desta tradição, em 1873, a Cia. Carris passou a fornecer transporte para esta região. No início eram os bondes à tração animal, depois vieram os bondes elétricos. O bonde Navegantes (foto abaixo), com certeza, foi bastante utilizado no passado como meio de transporte para alguns devotos da santa que vinham até o bairro participar da festa de dois de fevereiro.



Nenhum comentário:

Postar um comentário