quarta-feira, 23 de março de 2016

Qual é a massa de um quilograma?



Um quilograma hoje já não é a mesma coisa do que no passado. A medida de massa que usamos no nosso cotidiano está atrelada a um cilindro equilátero de platina e irídio com 39 mm de altura por 39 mm que está localizado nos arredores de Paris, França, no Escritório Internacional de Pesos e Medidas. Mas, recentemente, pesquisadores descobriram que com a constante perda e ganho de átomos, o artefato de platina e irídio já não tem mais o mesmo peso de um século atrás. Segundo os cálculos dos cientistas, a massa do atual modelo de quilograma já foi alterada em 50 microgramas. Com isso, um grande esforço científico internacional está sendo feito para o quilograma ser redefinido e para que se encontre um novo modelo que substitua o que hoje está na França.

Primeiramente, o quilograma era definido pela massa de um litro de água à 15ºC. O problema é que a massa da água muda conforme sua pureza e esse método foi descartado. Então passou-se ao cilindro de platina e irídio. Acreditava-se que eram materiais ideias, pois não se desgastariam – o que na verdade acabou acontecendo.

Para chegar à nova definição, os cientistas adotaram um método: desenvolver um cristal tão puro que seja possível saber o número de átomos que o formam. Como a massa de um átomo é conhecida, o quilograma seria então descoberto.

Tour pelo mundo

O cristal em que os cientistas agora trabalham para chegar a uma nova medida é feito de silício. Em São Petersburgo, na Rússia, no Central Design Bureau for Machine Building, os cientistas colocaram o silício em processo de centrifugação para purificá-lo. Assim, retiraram do objeto os isótopos silício 30 e silício 29, deixando com 99.994% de silício 28, muito próximo da pureza isotópica (retomando aquela aula de Química do colegial: isótopos são átomos com o mesmo número de prótons, mas diferentes números de nêutrons o que também resulta em massas diferentes. O silício encontrado na natureza é 92,2% do isótopo 28, 4,7% do isótopo 29 e 3,1% do isótopo 30).

Saindo da Rússia, o objeto de puro silício 28 foi enviado para Berlim, Alemanha, ao Instituto de Crescimento de Cristais, onde foi mantido no vácuo e constantemente aquecido e derretido para que crescesse, isso sem que o objeto fosse tocado. Após seis meses, o resultado é um artefato que contém dez milhões de átomo de silício 28 para cada um que seja de outro tipo. Este processo terminou na segunda-feira, 23, e o resultado é uma barra de silício que pesa cinco quilogramas (na nossa medida atual). O novo modelo do quilo agora viaja para Austrália, onde o Centro Australiano de Precisão Óptica irá dividi-lo em duas esferas de um 1 kg cada – o restante do material será guardado para futuras experiências.

Demora. O resultado final ainda irá levar alguns anos para ser colhido. Serão anos de medições para que sejam definidos as massas, o volume exato da esfera e análises minuciosas daqueles 0,006% de outros isótopos de silício que permanecem na barra – que agora vale dois milhões de euros.

Helge Riemann, do Instituto de Crescimento de Cristais de Berlim, disse à revista Nature que ainda deve levar “de dois a três anos” para definir o novo quilograma. O resultado final deve estabelecer o quilo com uma precisão altíssima, como margem de erro de alguns centésimos de miligrama.

Revista Galileu - Fernando Martines


 Quilo ou kilo?


A forma correta de escrita da palavra é quilo. A palavra kilo está errada. Devemos usar a palavra quilo sempre que quisermos referir a forma reduzida da palavra quilograma. O quilograma é uma unidade de medida de massa equivalente a mil gramas. O símbolo utilizado no Sistema Internacional de Unidades para representar o quilograma é kg. Assim, as formas reduzidas corretas da palavra quilograma são quilo ou kg.

Exemplos:

Comprei um quilograma de carne de boi.
Comprei um quilo de carne de boi.
Comprei 1kg de carne de boi.

A palavra quilograma é formada a partir de composição por justaposição, ou seja, dois vocábulos que se unem numa só palavra: quilo + grama, sem que haja alteração desses elementos formadores. A palavra quilo tem sua origem no grego khílioi e é um prefixo do Sistema Internacional de Unidades que significa mil. Neste caso, mil gramas.

Exemplos:

Meu filho já tinha doze quilogramas quando fez um ano.
Meu filho já tinha doze quilos quando fez um ano.
Meu filho já tinha 12kg quando fez um ano.

Atenção!

As abreviaturas utilizadas internacionalmente devem ser escritas no singular, sem ponto abreviativo.

Exemplos:

kg (quilograma)
km (quilômetro)
l (litro)
h (hora)
s (segundo)

(Do Blog Dúvidas de Português)


Nenhum comentário:

Postar um comentário