sábado, 15 de julho de 2017

Último lambe-lambe da Capital sai de cena

Por Ricardo Chaves


O fotógrafo Varceli Freitas Filho atua da Praça XV, 
no Centro e no Brique da Redenção.

→ Nestes tempos de imagens digitais vistas na tela do computador, já estamos quase esquecidos do prazer, além de visual, tátil, de ter uma foto de papel em nossa mão. Uma foto, antigamente, era um objeto e era tratada como tal.

→ Algumas, muito especiais, ganhavam dedicatórias, e eram presenteadas em demonstração eloquente de amor ou amizade. Se fotos em papel são cada vez mais raras, isso não significa que o papel da fotografia tem sido menos importante. Ao contrário.

→ Cada vez mais as pessoas fazem um número maior de fotografias. Agora todos são fotógrafos, e todo mundo fotografa o tempo todo. Com telefones celulares e câmeras digitais singelas ou sofisticadas, o importante é registrar tudo. E tudo é registrado. E, mesmo que não seja impresso, é, em seguida, anexado, postado, enviado. Se a fotografia continua prestigiada, o papel do fotógrafo já não conta com a solenidade dos velhos tempos.

→ Claro que, quando se exige qualidade e precisão, ainda vamos em busca de um profissional qualificado, alguém especializado, e capaz. O que não existe mais é aquele mistério do alquimista, a magia de transformar, na penumbra e às escondidas, o latente em real. Com a invenção da fotografia, os fotógrafos estrearam sua condição de protagonistas. Sua presença e movimentação sempre foram tão toleradas quanto inconvenientes, mas, afinal são criaturas a serviço da memória, e têm de fazer seu trabalho aqui e agora. Quem mais pode subir ao altar da igreja, num casamento, não sendo noivo, padrinho ou padre? A imediata identificação do equipamento justifica sua participação. O fotógrafo está ali como símbolo. Varceli Freitas Filho é um símbolo. Ele é o último lambe-lambe de Porto Alegre.

(Do Almanaque Gaúcho de Zero Hora)


→ Pra quem não conhece este aí é o Sr. Varceli Freitas Filho e ele é o último Lambe-Lambe de Porto Alegre. Ele fotografa todos os dias durante a semana do lado do Chalé da Praça XV, e aos domingos no Brique da Redenção. Varceli é na verdade um herói anônimo um dos poucos marcos de romantismo que ainda temos na nossa cidade... Então, se você é fã de fotografia, se é fã de Porto Alegre que tal fazer uma homenagem pra ele?

→A ideia é uma galera chegar lá ao mesmo tempo pra fotografar com ele! Provável que falte papel pra tanta fotografia... mas já vai ter valido à pena. Se não me engano a foto com ele custa R$ 10,00*, superbarato pra guardar uma boa lembrança deste dia!

*Na data deste texto, o valor da foto pode ter aumentado um pouco...


Varceli de Freitas Filho


Nenhum comentário:

Postar um comentário