segunda-feira, 14 de abril de 2014

Você sabe que é um animal quando:


... bebe feito um gambá.
... é forte como um touro.
... corre feito uma gazela.
... trabalha como um camelo.
... chora como um bezerro desmamado.
... é feio como o cão chupando manga.
... está mais perdido que sapo em cancha de bocha.
... sua feito um porco.
... gosta de dar uma de galo.
  
Chavões de gato:

Balaio de gato.
Quem não tem cão caça com gato.
À noite todos os gatos são pardos.
Mais áspero que língua de gato.
Tomar banho de gato.
O gato comeu sua língua?
Trocar gato por lebre.
Veja se sou gato pra ter filho de bigode.
Mais preguiçoso que gato de armazém.
Gato escaldado tem medo de água fria.
Brigar feito cão e gato.
Fazer de gato e sapato.
Quando o gato sai, os ratos fazem a festa.


Chavões de macaco:

Macacos me mordam!
Vá pentear macacos!
Cada macaco no seu galho.
Macaco velho não põe a mão em cumbuca.
Quem quebra galho é macaco gordo.



Chavões com pato:


A população é que paga o pato.
Mudar de pato a ganso.
Ele é o patinho feio da turma.
Pé-de-pato, tutufum, mangalô três vezes.
Não quero saber se o pato é macho. Eu quero o ovo.
Quem refresca cu de pato é lagoa.

Chavões de bichos nojentos:

Me joga na parede e me chama de lagartixa.
Amanhecer com a boca cheia de formiga.
Grudar que nem carrapato.
Que papo aranha...
Ficar com a pulga atrás da orelha.
Fulano está comendo mosca.
Em boca fechada não entra mosquito.
Eu não tenho sangue de barata!
Ela está com minhoca na cabeça.
Fulana é uma mosca tonta.
Parece barata tonta.
Este lugar está às moscas.
Este lugar é um ninho de cobras.
Não tem grilo.

Animais em tempos bicudos

Matar cachorro a grito.
Chamar urubu de meu louro.
Botar a raposa pra tomar conta do galinheiro.
Aí é que o bicho pega.
É agora que a porca torce o rabo.
Matar um leão por dia.
Engolir sapo.
Mundo-cão.
Papagaio come milho e periquito leva a fama.
Focinho de porco não é tomada.
Rabo de porco não é saca-rolha.
Pode tirar o cavalinho da chuva.
A vaca foi pro brejo.
Procurar chifre em cabeça de cavalo.
Fazer boca de siri.
Briga de cachorro grande.
Achar um bode expiatório.
De grão em grão a galinha enche o papo.
Chegou o dia da onça beber água.
Vamos lavar a égua.
A cobra vai fumar.
Em rio que tem piranha, jacaré nada de costas.
Em rio que tem piranha, macaco toma água de canudinho.
Vida de cão.
Amigo da onça.
Espírito de porco.
Abraço de urso.
Deu zebra.



Nenhum comentário:

Postar um comentário