segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Pode ser sorte ou pode ser azar...


“Azar é quase sempre favorável ao homem prudente”
Joseph Joubert.

Conta-se que há muito tempo existia um jovem camponês que tinha um sonho. Seu sonho era o de ter um cavalo, mas sua família era muito pobre e ter um cavalo era símbolo de riqueza naquela época.
A vila em que vivia ficou sabendo do sonho do jovem camponês e algumas pessoas vieram ter com o pai do menino:
– Nossa, mas que azar tem seu filho, sonhar logo com um cavalo!
E o pai apenas respondeu:
– Pode ser sorte ou pode ser azar...
Depois de um tempo, passou pela vila uma tropa de cavalos, que estavam em viagem para serem vendidos em uma grande cidade a alguns dias dali. O dono dos cavalos ficou sabendo do sonho do menino e resolveu dar a ele um filhote, que acabara de nascer e estava atrasando a viagem. A vila em que vivia ficou sabendo do acontecido e novamente vieram ter com o pai do menino:
– Nossa, mas que sorte tem seu filho, ganhar um cavalo!
E o pai, sempre tranqüilo, apenas respondeu:
– Pode ser sorte ou pode ser azar...
O jovem alimentou o cavalo, cuidou de todas as formas e o cavalo cresceu forte. Certa manhã o jovem resolveu domar o cavalo e no seu primeiro treino este o derrubou, quebrando-lhe a perna. A vila em que vivia ficou sabendo do acontecido e em coro disseram ao pai do menino:
– Nossa, mas que azar tem seu filho...
E o pai, como sempre, apenas respondeu:
– Pode ser sorte ou pode ser azar...
Aconteceu que, na semana seguinte, o reino entrou em guerra e todos os jovens foram convocados, morrendo todos, no entanto, o rapaz estava de perna quebrada e não precisou ir.
Novamente questionado por pessoas da vila, o pai do menino simplesmente disse:
Nossa, mas que sorte tem seu filho...
E o pai apenas respondeu:
– Pode ser sorte ou pode ser azar...
Certo dia, o cavalo fugiu ao ver uma fêmea selvagem passar. A vila ficou sabendo do acontecido e disseram ao pai do menino:
– Nossa, mas que azar tem seu filho...
E o pai, mais uma vez, apenas respondeu:
– Pode ser sorte ou pode ser azar...
Meses depois, acordando pela manhã, o jovem viu dentro do cercado da sua casa que o cavalo havia voltado, mas estava com uma fêmea e um filhote. E reza a lei da época que: o que está dentro da sua propriedade é seu! Na vila, ao saberem do acontecido, rapidamente vieram falar com o pai do menino:
– Nossa, mas que sorte tem seu filho...
E o pai apenas respondeu:
– Pode ser sorte ou pode ser azar...


Eu poderia ficar aqui escrevendo vários capítulos ainda dessa história, mas a verdade é que não existe sorte nem azar! Os acontecimentos em nossa vida dependem do significado que damos a eles!


Talvez, algumas vezes, você se sentiu como se tivesse chegado ao fim da linha, desanimado e tenha perdido toda a esperança. Você já tentou e tentou, porém fracassou frequentemente. Seus sonhos e seu futuro são apenas uma imagem pequena e desfocada, sem cor, nem brilho, tão longe de você, que quase não pode vê-la. Isso nunca fez parte dos seus planos, então, como um general no campo de batalha, quando o inesperado acontece e o risco é iminente, você tem de realinhar as tropas e recomeçar!

Nenhum comentário:

Postar um comentário