domingo, 3 de julho de 2016

As musas e a pontuação



Três belas que belas são.
Querem que por minha fé,
Eu diga qual delas é
Que adora o meu coração.

Abaixo, temos uma estrofe com seis versos. Mudando a pontuação, muda-se a musa inspiradora.

Para dizer-se que se ama Soledade, pontuar assim:

Se obedecer à razão,
Digo que amo Soledade.
Não a Rosa cuja bondade
Ser humano não teria.
Não aspiro à mão de Íria
Que não é linda beldade.

Para dizer-se que se ama Rosa, pontuar assim:

Se obedecer à razão,
Digo que amo Soledade?
Não! A Rosa cuja bondade
Ser humano não teria.
Não aspiro à mão de Íria
Que não é linda beldade.

Para dizer-se que se ama Íria, pontuar assim:

Se obedecer à razão,
Digo que amo Soledade?
Não! A Rosa cuja bondade
Ser humano não teria?
Não! Aspiro à mão de Íria
Que não é linda beldade.

Para dizer-se que não se ama nenhuma delas, pontuar assim:

Se obedecer à razão,
Digo que amo Soledade?
Não! A Rosa cuja bondade
Ser humano não teria?
Não! Aspiro à mão de Íria?
Quê! Não é linda beldade!




Nenhum comentário:

Postar um comentário