quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

Mensagens publicitárias de Ano-Novo


O tempo

Segundo Einstein, ele é relativo. E ele tinha razão. O tempo é o que cada um faz dele. Thomas Edison, por exemplo, transformou seus 84 anos de vida em algumas das maiores invenções de todos os tempos. Por outro lado, em apenas 4 dias, Neil Armstrong chegou ao espaço e se tornou o primeiro homem a pisar na lua. E o que dizer de Usain Bolt, que em 9,58 segundos fez história? O tempo é assim, não importa o quanto você use, ele sempre pode virar algo surpreendente. Você pode usar o seu tempo para se tornar um famoso inventor, um pai dedicado, um advogado reconhecido, um pescador cheio de histórias ou simplesmente passar 3 minutos e 47 segundos ouvindo a sua música preferida. É você quem escolhe.

E se fosse para escolher uma só coisa para ensinar a você, a gente escolheria isto: transforme o seu tempo (no ano de 2016) em tudo o que você quiser.

(Propaganda da UniRitter, na Revista Veja)



Que em 2016 você...

Aproveite mais os pequenos momentos de cada dia. Ouça sua música preferida enquanto está no trânsito, saboreie com calma aquele chocolate delicioso e brinque com seu filho (neto, afilhado, sobrinho...) e divirta-se tanto quanto ele!

Organize sua casa e tire do armário o que nunca usa e nunca vai usar, Abra espaço para coisas novas! Faça aquela reforma que você tanto queria, mude as cores das almofadas, redecore o seu quarto, compre aquele porta-retratos. Assim, cada cantinho vai contar um pouco da história da sua família.

Guarde tempo só para namorar. Isso vai trazer mais saúde, mais felicidade, mais inspiração, mais disposição e, além de tudo, deixará você muito mais bonito(a).

Consiga se programar para sair com aqueles(as) amigos(as) que você adora e quase nunca encontra.

Possa fazer pequenos (mas importantes) esforços pela preservação do planeta: chame as crianças para plantar uma árvore ou uma horta em casa, separe o lixo para reciclagem ou chame os(as) amigos(as) para uma tarde de brechó em casa com as roupas que se filho não usa mais.

Conheça algo novo. Pode ser uma comida, uma cultura diferente, um lugar na sua própria cidade, um idioma. Qualquer coisa que deixe sua curiosidade tão viva quanto a de uma criança.

Inclua você mesmo(a) entre as prioridades do dia a dia.

Gaste suas energias com o que realmente vale a pena.

Perceba que um pai (ou uma mãe) incrível e   que faz tudo que pode pelo(s) seu(s) filho(s). E que, assim, você consiga mandar aquele sentimento de culpa que bate de vez  em quando para bem longe.

Esses são os nossos desejos para você, que adora ser pai ou mães, ter um novo ano muito especial com a sua família!

(Da revista Crescer, janeiro de 2011)



Um ano bom é feito de dias bons.


Um ano bom é aquele que termina
do mesmo jeito que começa:
cheio de expectativas.

Um ano bom é aquele em que realizamos grandes coisas,
mas também aquele em que extraímos
o máximo das coisas mais simples.

Um ano bom é aquele em que conhecemos muita gente,
e também aquele em que descobrimos
como são importantes as pessoas que estão do nosso lado.

Um ano bom é aquele em que vivemos os todos os dias
como se fosse o primeiro do ano.
Porque um ano bom é feito de dias bons.

Desejo a todos um 2016 com 365 dias muito bons.

Feliz Ano Novo.

(Este texto foi a mensagem de Ano Novo da Copesul
jornal O Sul, de 31.12.2006)



O que faz você levantar toda a manhã?

Ver um sonho ganhar vida?
Ou ver a sua vida ganhar novos sonhos?
O que é isso que corre nas suas veias e faz o seu coração bater mais forte?
Que paixão é essa, capaz de arrepiar você da cabeça aos pés?
O que faz você ser você? Suas ideias? Seus valores?
O que define você? O que impulsiona você?
O que move você?
O que move você move a gente.
Seus sonhos, suas conquistas, sua realizações.
Isso que faz você evoluir.
E é isso que move a gente, todos os dias.
A criar o novo, o único, o ideal para você.
Porque só quem conhece você como, nós, seus amigos.
Pode querer para você tudo de bom no ano que vai começar...

(Adaptação de um texto para o Banrisul)





Um dia, ele vai chegar...


Quando chegar o dia em que você viver apenas de lembranças,
de que lembranças você vai querer viver?
Das escadas que não subiu?
Das praias que não mergulhou?
Das grutas que não desbravou?
Dos beijos que não roubou, ou se deixou roubar?
Das portas que não abriu?
Das histórias que não conheceu?
Das que não viveu?
Das que não contou?

Viva.

Viva para ter o que lembrar,
pois vai chegar o dia em que a sua maior riqueza serão as lembranças.
E são elas que o manterão vivo.

Feliz 2016

(Propaganda da Concessionária Honda-RS)





Nenhum comentário:

Postar um comentário