sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Histórias religiosas humorísticas



A transferência do crente

(Em templos do Bispo Macedo...)


Idalina trabalhava na casa de um médico em São Paulo.

Durante anos, ela foi o anjo da guarda da família. Cuidava da limpeza, da cozinha e da roupa. Ajudou a criar os filhos, que, como todos, a adoravam.

Um dia, muito sem jeito e com os olhos cheios de lágrimas, Idalina anunciou que ia embora. O médico, a mulher, os filhos ficaram todos em pânico:

- O que é que aconteceu, Idalina? Algum problema? Salário pequeno? Vamos conversar. Quem sabe a gente dá um jeito, aumenta seu ordenado?

- Não é nada disso não, doutor. É a igreja. Nós somos evangélicos e a nossa igreja transferiu meu marido para o Paraná e eu tenho que ir com ele.

- Seu marido é pastor?

- Não, doutor. O pastor é quem vai nos levar com ele.

- Se seu marido não é pastor, pode muito bem ser substituído por outra pessoa...

- Não pode não, doutor. O pastor só confia em meu marido, disse que ele é insubstituível, que ele é muito importante!

- Mas afinal, que diabos que seu marido faz na igreja?

- Ele é o aleijado que se levanta e sai andando...

Deus está Ocupado

Um pastor estava na frente de sua igreja conversando com os irmãos antes do culto, quando passou um bêbado de bicicleta, andando meio descontrolado, naquele cai-não cai. O pastor convidou-o para entrar e assistir ao culto. Porém, o bêbado objetou:

- E a minha bicicleta?

Ao que o pastor lhe respondeu:

- Não se preocupe, deixe aqui fora que Deus irá cuidar dela.

Desta forma, o bêbado aceitou o convite e entrou na igreja para assistir ao culto. Depois de alguns louvores, o pastor falou:

- Deus está entre nós!

Ao que o bêbado retrucou:

- Mas você não afirmou que Ele estaria lá fora cuidando da minha bicicleta?

O pastor, o aleijado e o gago

Naquela igreja, “fazedora de milagres” e recolhedora de Dízimos, o pastor tentava hipnotizar, perdão... o pastor tentava avivar a fé de suas ovelhas.

- Meus irmãos, esta é uma noite de Libertação, esta é uma noite de cura... Jeová vai realizar milagres aqui, debaixo deste humilde teto. Vejam, meus irmãos, temos um aleijado e um gago que serão libertados de seus tormentos, de acordo com a vontade do nosso Deus.

O pastor se dirige ao aleijado.

- Irmão, creia de todo o coração e Deus o libertará... Me dá aqui essas muletas.

O pastor se dirige ao gago:

- Irmão, a partir de hoje, ninguém mais vai se divertir às suas custas. Vamos, meu irmão, mostre para a Assembleia como sua gagueira foi retirada pela mão poderosa de Jeová. Fale, dê seu testemunho, eu lhe peço! Fale em nome do Deus Vivo!

E o gago:

- Uuuuuuuaaaleleleleijajajajajdodo cacacacaiiiiuuuu.


Nenhum comentário:

Postar um comentário