sexta-feira, 9 de setembro de 2016

O Brasil e a América do Sul



Por que o território brasileiro é apenas uma nação e não um conjunto de pequenas repúblicas, como acontece como o resto da América do Sul?

A resposta está na diferença de estrutura administrativa implantada por espanhóis e portugueses em suas colônias.

Enquanto Lisboa tratava o Brasil como um todo, a Espanha dividia suas possessões sul americanas em três vice-reinados.

O de Nova Granada reunia o que hoje é a Colômbia, a Venezuela e o Equador.

O vice-reinado do Peru era composto pelo Peru e pela Bolívia.

Finalmente, o v ice-reinado do Prata integrava os territórios atuais de Argentina, Uruguai e Paraguai.

A primeira nação sul-americana a proclamar a independência foi o Equador, em 1809. O movimento, contudo, foi duramente reprimido pelos espanhóis, e só em 1830 é que pôde considerar-se nação autônoma.

Argentina, Chile e Colômbia conquistaram a soberania em 1810; Paraguai e Venezuela, 1811; Uruguai, 1818; Peru, 1821; e Brasil 1822.

 A última nação a tornar-se soberana foi a Bolívia, em 1825, graças à liderança de Simon Bolívar.

Por gratidão, o país adotou o seu nome.


(Do livro “Notas Curiosas da Espécie Humana”, de Jayme Copstein)


Nenhum comentário:

Postar um comentário