segunda-feira, 31 de março de 2014

Gato



Erro de revisão ou tipográfico.
Goleiro de futebol ágil no posto.
Indivíduo esperto, exímio em passes de capoeiragem.
Prostituta.
Número 14 no jogo de bicho.
Espécie de grampo.
Ladrão.
Peça de ferro que prende a roda ao eixo no carro de boi.
Reprimenda, carão.
Ligação clandestina de energia elétrica.

*****




Gato morto: coisa sem importância.
Gato na tuba: qualquer coisa oculta, não revelada.
Gato preto: azar.
Gato escondido com rabo de fora: qualquer pessoa ou coisa oculta, mas com indício revelado.
Gato com fome come até farofa de alfinetes: das necessidades verdadeiras.
Gata: mulher magra e branca; covarde, mofino(a); mulher bonita.
Gata parida: brincadeira de meninos.
Gata borralheira: a Cinderela do conto de Perrault. Moça maltratada pela família, mas que acaba triunfante.
Vai bater no cu do gato: desaparecer com destino ignorado.
Pica de gato: arame farpado.
Como gato sobre brasas: às pressas, às carreiras.
Cara de gato: fisionomia semelhante à do gato.
Gatos pingados: pouca gente, gente sem importância.
Fazer de gato sapato: fazer de alguém o que entender, humilhar.
Meu gatinho: anúncio do nº 14 no jogo de víspora.
Comer (ou vender) gato por lebre: ser enganado ou enganar.
Saber onde está o gato: descobrir o engano.
Atirar-se como gato aos bofes: servir-se vorazmente de comidas ou situações.
Capar o gato: resolver o caso.
Gatinha: mulher amorosa.
Luxento que só gato de hotel: conduta de quem anda farto e orgulhoso.
Tem olho de gato: enxerga no escuro.
Amarrar o gato: embriagar-se.
De gatinhas: rastejante, abaixado.
Engatinhar: mesmo sentido anterior.
Banho de gato: ato de uma pessoa lamber outra, erotismo.
Feito gato e cachorro: falta de entendimento, briga constante.
Fôlego de gato: resistência.
Dar o gato: prender.
Olho de gato ladrão: esperteza, ganância.
Agateado: do jeito do gato, de olhos claros.
Não vale um traque de uma gata: insignificantíssimo.
Tirar castanha com mão de gato: agir ardilosamente.
Rabo de gato não é puxa-puxa: dos equívocos, da confusão das coisas.
Cama de gato: manobra de jogador de futebol para derrubar o adversário; confusão; abundância.
Quem mata. gato tem sete anos de atraso: superstição.
Nem todos os gatos são pardos: da variação nos homens e nas coisas.
Semente de gato: excremento.
Saco de gatos: grupo heterogêneo; gente inferior e confusa; confusão, intriga; mistura de ideias.
Salto (ou pulo) de gato: situação que o indivíduo vence com artimanha. (Sabe-se que o gato só cai em pé.)
Não vale o que o gato enterra: não vale nada.
Não pode nem com um gato pelo rabo: sem ânimo ou recursos para nada.
Carne de gato: coisa suspeita.
É mesmo que passar manteiga em focinho de gato: botar a coisa a perder.
Palmo de gato: medida popular no Nordeste brasileiro: a distância entre as extremidades do polegar e do indicador estendidos.
Um homem é um homem; um gato é um gato; mas bebem leite: das coincidências.
Tripa de gato: fio usado em cirurgia.
Não tem nem pau para dar num gato: pobreza extrema.
Chamando gato meu tio: sujeito em condições precárias, em geral embriagado.
Mantenha um olho no prato e outro no gato: dito sobre a concorrência.
Mão de gato: gatuno.
Fazer-se de gato morto: simulação.

 Adagiário


Filho de gato é gatinho.
O gato dá a unhada e esconde a unha.
Gato, quando não morde, arranha.
Gato, que corre atrás de dois ratos, fica sem nenhum.
A gata não quer, mas acaba parindo.
Quando gata enjeita leite e a moça casamento ou o leite tem pimenta ou a moça impedimento.
Gato escaldado de água fria tem medo.
Gato miador não é bom caçador.
Quando os gatos estão fora os ratos comem de mesa.
É melhor ser cara de gato do que rabo de leão.
À noite todos os gatos são pardos.
Em casa de músico até os gatos cantam.
Gato de luvas não apanha ratos.
Quem guarda com fome o gato come.
Gato de viúva não faz serenata.
Gato em jornada, ratos em patuscada.
Cara de beato, unhas de gato.
Quem furta a comida é o gato de casa.
Ao gato por ser ladrão não o tires da tua mansão.
De telhas acima só Deus e os gatos.
Gato mordido de cobra tem medo de corda.
Quem casa com a gata por causa da prata, perde a prata e fica sem a gata.
Quem não tem cão caça com gato.

Nenhum comentário:

Postar um comentário