segunda-feira, 31 de março de 2014

Introdução ao Estudo da Gramática

              

LINGUAGEM é a faculdade que o homem tem de se exprimir e comunicar por meio da fala.

Cada povo exerce essa capacidade através de um determinado código linguístico, ou seja, utilizando um sistema de signos vocais distintos e significativos, a que se dá o nome de língua ou idioma.

Criação social da mais alta importância, a língua é por excelência o veículo do conhecimento humano e a base do patrimônio cultural de um povo.

A utilização da língua pelo indivíduo denomina-se fala. A fala nasce da inelutável necessidade humana de comunicação.

A língua não é um sistema inatingível, imutável; como toda criação humana, está sujeita à ação do tempo e do espaço geográfico, sofre constantes alterações e reflete forçosamente as diferenças individuais dos falantes. Dai a existência de vários níveis de fala: culta, popular, coloquial, etc.

A história, o registro e a sistematização dos fatos de uma língua constituem matéria da GRAMÁTICA:

→ A Gramática Histórica estuda a origem e a evolução de uma língua, acompanhando-lhe os passos desde o seu alvorecer até a época atual.

→ A Gramática Normativa enfoca a língua como é falada em determinada fase de sua evolução: faz o registro sistemático dos fatos linguísticos e dos meios de expressão, aponta normas para a correta utilização oral e escrita do idioma, em suma, ensina a falar e escrever a língua-padrão corretamente.

→ De acordo com os diferentes aspectos sob os quais se podem encarar os fatos linguísticos, divide-se a Gramática em cinco partes distintas:

1. Fonética
2. Morfologia
3. Sintaxe
4. Semântica
5. Estilística

1. → FONÉTICA é o estudo dos sons da fala. Considera a palavra sob o aspecto sonoro e trata:

a) dos fonemas: como se produzem, classificam e agrupam. (Fonologia);

b) da pronúncia correta das palavras, ou seja, da correta emissão e articulação dos fonemas. (Ortoépia)

c) da exata acentuação tônica das palavras. (Prosódia);

d) da figuração gráfica dos fonemas ou a escrita correta das palavras. (Ortografia).

2. → MORFOLOGIA ocupa-se das diversas classes de palavras, isoladamente, analisando-lhes a
estrutura, a formação, as flexões e propriedades.

3. → SINTAXE objetiva o estudo das palavras associadas na frase. Examina:

a) a função das palavras e das orações no período. (Análise Sintática);

b) as relações de dependência das palavras na oração, sob o aspecto da subordinação. (Sintaxe de Regência);

c) as relações de dependência das palavras sob o ângulo da flexão. (Sintaxe de Concordância);

d) a disposição ou ordem das palavras e das orações no período. (Sintaxe de Colocação).

4. → SEMÂNTICA tem como objetivo o estudo da significação das palavras. Pode ser descritiva ou histórica.

5. → ESTILÍSTICA trata, essencialmente, do estilo, ou seja, dos diversos processos expressivos próprios para sugestionar, despertar o sentimento estético e a emoção, resume-se no que chamamos de Figuras de Linguagem.


Nenhum comentário:

Postar um comentário