sexta-feira, 3 de junho de 2016

Politicamente correto é o cacete!




Perdão: 

Politicamente correto é o órgão sexual maculino


1)

Nossos políticos vivem
Somente de oportunismo,
Querem resolver problemas
Usando o puro eufemismo,
Na ânsia de enganar o povo,
Criam bordão e modismo.

2)

Favelas se transformaram
Agora em  comunidade;
Os velhos se acabaram,
Ficou a terceira idade.
Como se essas besteiras
Mudassem a realidade.

3)

Um deficiente físico
Não é mais um aleijado.
Se chamar alguém de negro
Cara será enjaulado.
Homossexual não é mais
Veado e nem efeminado.

4)

Seca virou desconforto,
Não é mais calamidade.
Adolescente é infrator
Por causa da sua idade.
O deficiente físico
É portador de necessidade.

5)

A idiotice é tanta
Que chegou à insanidade
E para uma falta besta
Pode ter penalidade.
Para quem mata e rouba
Aí tem a impunidade.

6)

Cravo brigou com a Rosa,
Não pode ser mais cantada
E até mesmo a sua letra
Nas escolas foi mudada.
“Samba lelê tá doente,
Tá com cabeça quebrada.”

7)

Também foi modificada,
Com desculpa esfarrapada,
Atirar o pau no gato
Mostra violência à criançada.
E o país é entregue
À vontade dessa cambada.

8)

Ninguém poderá mais usar
A expressão “é coisa de veado”.
Porque por paladinos
Logo seremos censurados
E, se o sujeito persistir,
Aí será processado.

9)

Como se isso acabasse
Com a fome e a violência,
Roubalheira, corrupção,
E toda sua excrescência.
Tais besteiras, para nós,
Não traz qualquer consequência.




Henrique César Pinheiro - Fortaleza, dezembro/2010


Nenhum comentário:

Postar um comentário