sexta-feira, 8 de abril de 2016

A suposta carta de Lincoln

(A suposta)
Carta de Abrahan Lincoln ao professor do seu filho:



Caro professor:

Ele terá de aprender que nem todos os homens são justos, nem todos são verdadeiros, mas, por favor, diga-lhe que, para cada vilão, há um herói; que para cada egoísta, há também um líder dedicado;

ensine-lhe, por favor, que para cada inimigo haverá também um amigo;

ensine-lhe que mais vale uma moeda ganha que uma moeda encontrada;

ensine-o a perder mas também a saber gozar da vitória.

Afaste-o da inveja e dê-lhe a conhecer a alegria profunda do sorriso silencioso.

Faça-o maravilhar-se com os livros, mas deixe-o também perder-se com os pássaros do céu, as flores do campo, os montes e os vales.

Nas brincadeiras com os amigos, explique-lhe que a derrota honrosa vale mais que a vitória vergonhosa; ensine-o a acreditar em si, mesmo se sozinho contra todos.

Ensine-o a ser gentil com os gentis e duro com os duros;

Ensine-o a nunca entrar no comboio simplesmente porque os outros também entraram.

Ensine-o a ouvir a todos, mas, na hora da verdade, a decidir sozinho;

ensine-o a rir quando estiver triste e explique-lhe que por vezes os homens também choram.

Ensine-o a ignorar as multidões que reclamam sangue e a lutar só contra todos, se ele achar que tem razão.

Trate-o bem, mas não o mime, pois só o teste do fogo faz o verdadeiro aço.

Deixe-o ter a coragem de ser impaciente e a paciência de ser corajoso.

Transmita-lhe uma fé sublime no Criador e fé também em si, pois só assim poderá ter fé nos homens.

Eu sei que estou pedindo muito, mas veja o que pode fazer, caro professor.


Nota – Para muitas pessoas, há a possibilidade desta carta não ter sido escrita por Lincoln. É mesmo essa a opinião dos maiores especialistas americanos na obra desse grande Presidente dos Estados Unidos.

O decálogo é falso, que não foi Lincoln quem o escreveu. O Decálogo, cujo título original é "The ten cannots" (Os dez que não se pode) pertence ao reverendo William J.H. Boetcker, um presbiteriano norte-americano de origem alemã (1873-1962), que o publicou em 1916.


The ten cannots

Rev. William J. H. Boetcker



01. You cannot bring about prosperity by discouraging thrift.

02. You cannot strengthen the weak by weakening the strong.

03. You cannot help little men by tearing down big men.

04. You cannot lift the wage earner by pulling down the wage payer.

05. You cannot help the poor by destroying the rich.

06. You cannot establish sound security on borrowed money.

07. You cannot further the brotherhood of man by inciting class hatred.

08. You cannot keep out of trouble by spending more than you earn.

09. You cannot build character and courage by destroying men's initiative and independence.

10. And you cannot help men permanently by doing for them what they can and should do for themselves.

Tradução:

01. Você não pode trazer prosperidade ao desencorajar a poupança.

02. Você não pode reforçar os fracos enfraquecendo os fortes.

03. Você não pode ajudar o pobre homem destruindo o rico.

04. Você não pode promover a fraternidade entre os homens, incitando o ódio de classes.

05. Você não pode construir o caráter e a coragem levando embora a iniciativa e a independência do homem.

06. Você não pode ajudar os pequenos homens por derrubar grandes homens.

07. Você não pode levantar o assalariado, puxando para baixo o pagador de salários.

08. Você não pode manter fora de problemas por gastar mais do que sua renda.

09. Você não pode estabelecer a segurança em dinheiro emprestado.

10. Você não pode ajudar homens permanentemente fazendo para eles o que não vai fazer por si mesmos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário