domingo, 18 de maio de 2014

A chegada dos germânicos




A tela do pintor alemão Ernst Zeuner (1895-1967) reproduzida acima é a mais conhecida imagem da chegada dos primeiros colonos alemães a São Leopoldo, em 1824. A tela original (no tamanho 30x40cm) e uma reprodução com o dobro do tamanho estão expostas no saguão de entrada do Museu Histórico Visconde de São Leopoldo, no Vale dos Sinos. O quadro original do artista foi doado ao museu por Maria Luiza Gottschald Schmmeling.

Mas em que dia de julho os alemães, de fato, chegaram a São Leopoldo? O 25 de julho é até hoje comemorado como a data magna da imigração alemã no Brasil. O dia denomina, inclusive, inúmeras associações culturais voltadas às tradições germânicas.

Mas a verdade é que os primeiros 39 colonos chegaram ao local, o Porto das Telhas, hoje Praça do Imigrante, pelo menos dois dias antes. Eles haviam deixado a capital do império no bergantim São Joaquim Protector em junho, chegando a Porto Alegre no dia 18 de julho. Foram recebidos pelo presidente da província, José Fernandes Pinheiro (1774-1847), depois Visconde de São Leopoldo, que, após alguns dias, os encaminhou para a futura colônia.

Em carta assinada em 23 de julho de 1824, o presidente informa o Rio de Janeiro que os primeiros colonos já haviam deixado Porto Alegre naquela data, rumo à Feitoria. Por mais que houvesse ocorrido algum atraso devido ao tempo ou ao transporte, é muito provável que os primeiros colonos alemães tenham chegado a São Leopoldo antes do dia 25.

O fato é que essa data foi consagrada por lei estadual de 1924, ano do centenário da imigração. Por lei federal, de 1968, o dia 25 de julho foi oficializado como Dia do Colono.





Nenhum comentário:

Postar um comentário