sexta-feira, 30 de maio de 2014

Perguntas ingênuas, respostas imbecis



Em quantas partes se divide a cabeça de um homem?

R.: Depende do tamanho da 'paulada' que ele levar.

Qual a diferença entre o cobrador e o pedreiro?

R.: Na vida do cobrador é tudo passageiro. Na do pedreiro é tudo concreto.

Qual a diferença entre o malandro e a vesícula?

R.: O malandro joga sinuca; a vesícula, bilhar.

O que são dois pontos azuis no canil?

R.: Pit Blue e Bluedog.

A fita crepe e a fita isolante brigaram, quem venceu?

R.: A fita isolante, porque ela é faixa preta.

Por que nenhum caminhoneiro gosta da mãe?

R.: Porque vem escrito atrás: mãe tenha distância.

Qual é a maravilhosa invenção que torna possível ver através das paredes?

R.: A janela.

Por que o elefante não pode tirar a carteira de motorista?

R.: Porque ele pode dar uma trombada.

O que é uma temporada?

R.: Uma briga de japonês.

O cara entrou numa loja de lingerie e comprou três sutiãs. Qual o nome do filme?

R.: Os três patetas.

O que dá um cruzamento de um galo com uma cobra?

R.: Um pintinho comprido.

Qual é o molho que rebola?

R.: Molho vina-Gretchen.

O que um vaga-lume disse para o outro?

R.: Empurra aí que a bateria acabou.

O que acontece no casamento de um dentista e uma manicura?

R.: Eles lutam com unhas e dentes para sobrevivência da família.

 Qual é o tipo que calçado que está sempre com defeito?

R.: O tamanco.

Por que a manicura pediu divórcio?

R.: Porque o marido era unha de fome.

Qual é a melhor maneira de conversar com o lobisomem?

R.: Por telefone.

O que é o que é quanto maior a mulher mais gosta?
R.: Vaga no estacionamento.

O que é um pontinho vermelho pulando na feira?

R.: Um caqui pererê.

Qual é a doença tratada com sopa de tamanduá?

R.: Formigamento.

O que o jardim falou para a roseira?

R.: Estou gramado por você.

Uma mãe aflita ao telefone dizia para o médico:

- Doutor, meu filho engoliu um isqueiro, o que eu faço?

- Vai usando o fósforo que eu já estou chegando.


Nenhum comentário:

Postar um comentário