sábado, 17 de maio de 2014

O contador de causos

O equilibrista e os trouxas solidários


Nos anos 60, um grupo de artistas alemães - os “Zugspitz Artisten” - encantaram o mundo, inclusive Porto Alegre, caminhando nas alturas, em cima de cabos de aço que ligavam prédios altos.

Na capital gaúcha a travessia ocorreu entre o terraço do Edifício União (na Av. Borges de Medeiros) e o topo do, na época, recém construído prédio da chamada “Prefeitura nova”.*

Foi um sucesso. Os artistas não cobravam ingresso, mas tinham a garantia financeira do patrocinador, cujo logotipo era desfraldado, nas alturas, no momento “x” do espetáculo.

Revela-se agora - e ao que parece a história original foi contada por Fernando Sabino - um causo parecido que teria acontecido, anos depois, em cidade grande do interior gaúcho.

Um cidadão ali chegou anunciando que, sozinho, no sábado faria uma façanha semelhante aos “Zugspitze Artisten”: caminharia sobre um cabo de aço estendido a 15 metros de altura (algo como um prédio de cinco andares) sem qualquer rede de proteção.

Distribuiu folhetos, deu entrevistas nas rádios da região. A prefeitura chancelou e cedeu o ginásio local.

- Respeitávelllll públicoooo! – anunciou o homem, já no alto da larga estrutura armada ao lado do cabo de aço onde ocorreria o show. E prosseguiu:

- Aqui estou, disposto a andar neste arame, porque é a minha única maneira de ganhar a vida. Estou em situação de necessidade. Tenho mulher e filhos para sustentar. Quero que todos saibam que nunca fiz isso antes. Sei que vou cair de 15 metros de altura e também vou me esborrachar no chão. O valor dos ingressos ficará para a minha viúva e as minhas criancinhas.

A multidão, horrorizada, começou a gritar:

- Não! Não, por amor de Deus!

- Pois se não querem, eu não ando. Querem a devolução do dinheiro, eu dou – acrescentou o herói.

- Não! Não! – repetia o povo.

E o homem, comovido, falou:

- Agradeço esta prova de generosidade e de solidariedade humana desta querida cidade. Aproveito para avisar que amanhã, domingo, haverá matinê às 4 horas da tarde. Avisem seus amigos e parentes!...


Do site Espaço Vital

(Notícias Jurídicas)



Nenhum comentário:

Postar um comentário