sábado, 3 de maio de 2014

Odeio reuniões - terceira parte



Antes de entrar no assunto, perca bastante tempo nos preâmbulos. É uma forma infalível de confundir o auditório logo de saída. Por exemplo:

“Senhoras e senhores, irei direto ao Xis do problema. Como sabem, dou valor ao seu tempo, meu tempo, nosso tempo. O tempo é o nosso bem mais precioso.”

“Serei breve. Nada de rodeios. Nada de circunlóquios. Vamos direto aos fatos. Sempre fui pela concisão. Não de jogar conversa fora.”

“Seja rápido e rasteiro, sempre digo, de modo que falarei sem delongas. Sou pela simplicidade e objetividade e contra seu oposto. Muita gente gosta complicar as coisas, com floreios e filigranas.”

Se algo não estiver claro, por favor me interrompam. Aparteie, levante a mão, fique de pé, diga o que está pensando. Pensando bem, não é preciso ficar de pé, afinal, isso aqui não é uma sal de aula.”

“Se há uma coisa que detesto é um orador prolixo. Que parece embalado pelo som da própria voz e não sabe quando parar, não é? Continua falando, falando, falando.”

“Sou um homem de poucas palavras. Dou a minha opinião e pronto. Digo o que é, de onde venho e para onde vamos. Em suma, sou contra redundâncias. Por isso sou um homem de poucas palavras.”


Como tirar proveito de uma pasta 007

Para provar que você é do tipo que nunca abandona o trabalho, carregue sempre uma pasta. Leve-a para os aeroportos, restaurantes, de uma sala para outra, e principalmente para o banheiro dos executivos. Numa reunião de negócios, é uma das coisas mais úteis para impressionar bem. E, se tiver suas iniciais gravadas em letras douradas, mostrará que você esta cada vez mais perto do topo.

Ao sentar à mesa de reunião, bate sua para no chão com um tum! Isso para chamar a atenção.

Ponha a pasta em cima da mesa com um trec!, abra abra-a com um metálico clic! E examine seu conteúdo.

De vez em quando ponha um ou dois memorandos na pasta. Não deixe ninguém ver o que tem dentro, a saber: duas garrafas de uísque, um sanduíche de frango, um baralho, escova de dentes, um perfume para presente à sua amante e um cartão da loteria esportiva.


Frases de Efeito que Funcionam em Qualquer Ocasião
e em Qualquer Lugar

01. Vamos considerar isso com um enfoque abrangente...

02. Em última análise...

03. Aliando-nos com a projeção para o próximo ano...

04. Em face da atual recessão...

05. No decorrer das negociações..

06. Nada permanece inerte...

07. O dinheiro não me tudo...

08. Vamos ao fundo da questão...

09. O que precisamos é de sangue novo...

10. O que é de capital de giro...

11. O que precisamos é de mentes abertas...

12. Estamos indo à falência...

13. Precisamos recuperar nosso dinheiro...

14. Vocês sãos os melhores...

15. Não estamos aqui para alimentar o Leão do Imposto de Renda...

16. Enterramos nosso dinheiro...

17. Entre a cruz e a espada...

18. Dinheiro gera dinheiro...

19. Agora, se conseguirmos manter nossas despesas sob controle...

20. A integridade da nossa administração...

21. Não estamos muito longe do ano 2015...

22. Naquele tempo...

23. Temos que apelar para o famoso jeitinho brasileiro...

24. Estamos num sistema de livre iniciativa...

25. O bom senso sugere que...

26. Se você quer alguma coisa, tem que pagar por ela...

27. Vamos arregaçar as mangas...

28. Ou se instaure a moralidade, ou nos locupletemos todos...


Evite, a todo custo comprometer-se. Diga que não é do tipo ditatorial. Todos os bons executivos dominaram a arte do “ficar em cima do muro”. Estas frases vão colocá-lo no caminho certo:

Por um lado... por outro lado...
Por assim dizer...
Sob certas condições...
Mais ou menos...
Mais um pouco, menos um pouco...
Até certo ponto...
A equivalência dos opostos...
Grosso modo...
No final das contas...
Genericamente falando...
Considerando toso os aspectos...
Para todas as intenções e os propósitos...
Por assim dizer...
A primeira vista...
De relance...
Off the Record...
De uma maneira ou de outra...
Como forem indo as coisas...
Se Deus quiser...
No seu devido tempo...
À guisa de parênteses...
Dependendo do ponto de vista...
Contanto que...
Na suposição de que...
Se assim vier a ser...
A não ser...
Com um senão...
Me arrisco a dizer...
Tanto quanto ou não...
Presumivelmente...
Há um numero de maneiras...
Nunca se pode dizer...


Essa coisa toda...
E por aí vai...
Dada a opção...
Principalmente...
Na maioria...
Qualquer que seja...
Quando quer que seja...
Seja qual for...
Nem lá nem cá...
Tudo que sobe desce...
Parece que...
O outro lado da moeda...
Em face das circunstâncias...
Nestes tempos de incerteza...
Nessa economia inconstante...
Do jeito que as coisas estão...
Mas de um ponto de vista realista...
Num dia bom...
Num dia ruim...
O sentido das palavras é o mesmo...
Isola! (acompanhando por toque na madeira)
Em linhas gerais...
Poderíamos dizer...
Você poderia dizer...
Eu poderia dizer...
De certo modo...
Dependendo de...
As coisas mudam...
O tempo é implacável...
Há sempre um amanhã...
Neste momento específico...
A gente vai levando...


          Previna-se contra os números. Resguarde sua declaração dizendo:

Algo como...
Aproximadamente...
Um cálculo por cima...
Em média...
De acordo com algumas fontes...
Baseado nas informações atuais...
As pesquisas podem discordar, mas...
Em números redondos...
Apenas um palpite, é claro...
Dependendo de com que se fala...
Uns milhares a mais ou a menos...
Quero manter a mente aberta para esta questão
Claro, você pode ter outras ideias...
Não sou especialista no assunto...
Compreendo que existem dois lados...
Por alto...
Cerca de...
Uns dizem que mais...
Uns dizem que menos...
Não tenho dados específicos disponíveis...
Pelos últimos cálculos...
Um segredo bem guardado...
O órgão oficial diz...
Não exatamente, mas em torno de...
Vamos vota a respeito...
Dá o que pensar...
Há que esquentar a muga...
Só estou expondo a questão...
Esta é uma maneira de colocar a questão...
Podem concordar ou não...

Teste de Sobriedade dos Executivos


1 dose   Þ Nenhuma efeito a não ser a vontade de tomar outra.

2 doses Þ Estado de euforia. Confiante no futuro da empresa.

3 doses Þ Morre de rir. Dá tapas nas costas dos outros.

4 doses Þ Faz caretas para as outras mesas.

5 doses Þ Chega à conclusão de que este é um ótimo momento para determinar uma política a longo prazo para a empresa. Rabisca os lucros projetados para o próximo ano no pano de mesa, com tinta indelével.

6 doses Þ Corre para o banheiro. Ao voltar, oferece um brinde a todos no restaurante. Paga bebidas pata todos da mesa vizinha, por conta da empresa. Canta Águas de Março e agradece os aplausos.

7 doses Þ Caminha sobre uma linha reta imaginária no chão para provar que está sóbrio. Tropeça na cadeira e cai. É carregado até a porta por seus colegas, que chamam um táxi para levá-lo para casa. O motorista exige pagamento adiantado.


(Do livro "Odeio reuniões", de Stephen Baker)



Nenhum comentário:

Postar um comentário